Impacto da atividade física na hipertensão arterial em adolescentes com sobrepeso e obesidade

Victor Gonçalves Corrêa Neto, Alexandre Palma

Resumo


Introdução: A obesidade é tida como importante fator de risco para hipertensão arterial sistêmica, enquanto a atividade física é vista como um agente protetor contra essa doença. Contudo, em grupos de adolescentes com excesso de peso, parecem existir poucas investigações sobre tais associações. Objetivo: Analisar a associação entre diferentes níveis de atividade física e HAS em uma amostra composta por adolescentes com sobrepeso e obesidade. Métodos: Selecionaram-se 181 adolescentes com sobrepeso e obesidade, sendo mensurados seus hábitos de prática de atividade física e sua pressão arterial. Um modelo de regressão de Poisson foi aplicado para determinar o impacto da atividade física na hipertensão arterial sistêmica. Resultado: Não existiu associação entre prática de atividade física e hipertensão arterial no grupo amostral investigado (p>0,05). Conclusão: Em adolescentes com sobrepeso e obesos, a atividade física não se caracterizou como um fator de proteção diante da hipertensão arterial sistêmica.

Palavras-chave


Adolescentes; Atividade física; Obesidade; Pressão arterial.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v14n1.5010

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.