Avaliação do impacto do processo de envelhecimento sobre a capacidade funcional de adultos mais velhos fisicamente ativos

Ana Paula de Lima, Giane Amorim Ribeiro-Samora, Flávia Barroso Leal, Marina Pereira de Miranda, Priscila Costa Ribeiro, Danielle Aparecida Gomes Pereira

Resumo


Objetivos: Verificar o impacto do processo de envelhecimento sobre a capacidade funcional de adultos mais velhos, fisicamente ativos. Métodos: Vinte e quatro indivíduos com idade acima de 50 anos, fisicamente ativos, realizaram dois testes ergométricos (TE) máximos, cujo intervalo variou entre dois e dez anos (média de 4,013,74 anos). As variáveis analisadas nos dois TEs foram: consumo de oxigênio no pico do esforço (VO2pico), frequência cardíaca pico (FCpico) e índice de massa corporal (IMC). Resultados: Não foi observada diferença estatisticamente significativa nos valores de VO2pico, FCpico e IMC entre o primeiro e o segundo TE, com intervalo médio entre eles de aproximadamente quatro anos. Além disso, não foi identificada nenhuma associação entre o VO2pico e a idade (p>0,05). Conclusão: A capacidade funcional de indivíduos com mais de 50 anos, que se exercitavam regularmente, foi mantida em detrimento ao processo de envelhecimento.

Palavras-chave


Aptidão física; Exercício; Teste de esforço.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v13n4.5092

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN da versão impressa: 1677-1028
ISSN da versão online: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br