Aumento da fadiga e redução da qualidade de vida após tratamento de câncer do colo do útero

Glauciane Augusto Pessôa, Janaina Almeida Fernandes, João Paulo Chieregato Matheus, Liana Barbaresco Gomide Matheus

Resumo


Introdução: o câncer do colo do útero (CCU) acarreta prejuízos físicos e emocionais, sendo um grande problema de saúde pública. Objetivo: avaliar fadiga, capacidade funcional e qualidade de vida antes e após o tratamento com quimiorradioterapia para o CCU. Métodos: a avaliação de fadiga e qualidade de vida foi realizada por meio dos questionários: Inventário Breve de Fadiga (BFI) e Functional Assessment of Chronic Therapy – Cervix Cancer (FACT-Cx), respectivamente, já a capacidade funcional por mensuração direta pelo Teste do degrau (TD6). Participaram 11 mulheres com CCU. O Graphpad Prism® foi utilizado para estatística. Resultados: após a quimiorradioterapia houve aumento significativo da fadiga (de 2,80 para 4,83), redução significativa da qualidade de vida (de 107,8 para 88,1) e redução da capacidade funcional (de 91 degraus para 82 degraus). Conclusão: aumento da fadiga e redução da qualidade de vida foram observados uma semana após a realização de quimiorradioterapia para o CCU.

Palavras-chave


Fadiga; Qualidade de vida; Neoplasias do colo do útero; Quimiorradioterapia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v15n4.6767

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.