Fatores preditores da capacidade funcional em pacientes com doença renal crônica sob hemodiálise

Pedro Henrique Vicente Barros, Helen Kerlen Bastos Fuzari, Ana Irene Carlos de Medeiros, Patrícia Érika de Melo Marinho

Resumo


Introdução: Pacientes com doença renal crônica (DRC) sob hemodiálise (HD) apresentam diminuição da capacidade funcional. Objetivo: Identificar os fatores preditores para capacidade funcional nesses pacientes. Métodos: Estudo transversal desenvolvido com 58 pacientes com DRC. A capacidade funcional foi avaliada por meio do teste de caminhada de seis minutos (TC6min). Resultados: De acordo com a regressão linear múltipla, foi observado que o tempo de HD (p=0,005) e o Índice de Massa Corporal (IMC) (p=0,003) representaram os fatores preditores para a distância percorrida (DP) no TC6min nessa população. Conclusão: Foi observado maior comprometimento do desempenho funcional nos pacientes com DRC com maior tempo de HD, bem como o tempo de HD e o IMC foram preditores para a diminuição desse desempenho.


Palavras-chave


Diálise renal; Debilidade muscular; Índice de massa corporal

Texto completo:

PDF

Referências


Madeiro AC, Machado PDLC, Bonfim IM, Braqueais AR, Lima FET. Adesão de portadores de insuficiência renal crônica ao tratamento de hemodiálise. Acta Paul. Enferm. 2010;23:546-51.

Fassbinder TRC, Winkelmann ER, Schneider J, Wendland J, Oliveira OB. Capacidade funcional e qualidade de vida de pacientes com doença renal crônica pré-dialítica e em hemodiálise – um estudo transversal. J. Bras. Nefrol. 2015;37:47-54.

Cury JL, Brunetto AF, Aydos RD. Efeitos Negativos da insuficiência renal crônica sobre a função pulmonar e a capacidade funcional. Rev. Bras. Fisioter. 2010;14(2):91-98.

Soares KTA, Viesser MV, Rzniski TAB, Brum EP. Eficácia de um protocolo de exercícios físicos em pacientes com insuficiência renal crônica, durante o tratamento de hemodiálise, avaliada pelo SF-36. Rev. Bras. Fisioter. 2010;14(2):91-98.

Kosmadakis GC, Bevington A, Smith AC, Clapp EL, Viana JL, Bishop NC, Feehally J. Physical exercise in patients with severe kidney disease. Nephron Clin. Pract. 2010;115:c7–c16.

Reboredo MM, Henrique DMN, Faria RS, Bergamini BC, Bastos MG, Paula RB. Correlação entre a distância obtida no teste de caminhada de seis minutos e o pico de consumo de oxigênio em pacientes portadores de doença renal crônica em hemodiálise. J. Bras. Nefrol. 2007;29(2):85-89.

Morales-Blanhir, JE, Vidal CDP, Romero MJR, Castro MMG, Villegas MJR, Zamboni M. Teste de caminhada de seis minutos: uma ferramenta valiosa na avaliação do comprometimento pulmonar. J. Bras. Pneumol. 2011; 37(1):110-17.

Fernandes PM, Pereira NH, Santos ACB da C, Soares ME de SM. Teste de caminhada de seis minutos: avaliação da capacidade funcional de indivíduos sedentários. Rev. Bras. Cardiol. 2012; 25(3):185-91.

Jatobá JPC, Amaro WF, Andrade APA de, Cardoso FP de F, Monteiro AMH, Oliveira MAM. Avaliação da Função Pulmonar, Força Muscular Respiratória e Teste de caminhada de seis minutos em pacientes portadores de doença renal crônica em hemodiálise. J. Bras. Nefrol. 2008; 30(4):280-87.

Benedetti TRB, Antunes PC, Rodriguez-Añez CR, Mazo GZ, Petrosk EL. Reprodutibilidade e validade do Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ) em homens idosos. Rev. Bras. Med. Esporte. 2007; 13(1):11-15.

Borg, G.V. Psychological basis of perceived exertion. Med. Sci. Sports Exerc. 1982; 14:377-81.

ATS. ATS/ERS Statement on respiratory muscle testing. Am. J. Respir. Crit. Care Med. 2002;166(4):518-624.

Enright PL, Sherrill DL. Reference equations for the six-minute walk in healthy adults. Am. J. Respir. Crit. Care Med. 1998; 158:1384-87.

Lima FF, Miranda RCV, Silva RCR, Monteiro HL, Yen LS, Fahur BS, et al. Avaliação funcional pré e pós-programa de exercício físico de pacientes em hemodiálise. Medicina. 2013; 46(1):24-35.

Cunha MS, Andrade V, Guedes CAV, Meneghetti CHZ, Aguiar AP de, Cardoso AL. Avaliação da capacidade funcional e da qualidade de vida em pacientes renais crônicos submetidos a tratamento hemodialitico. Fisiot. Pesq. 2009; 16(2):155-60.

Nascimento LCA, Coutinho EB, Silva KNG. Efetividade do exercício físico na insuficiência renal crônica. Fisioter. Mov. 2012; 25(1):231-39.

Cruz Jentoft AJ, ET. AL. Sarcopenia: European consensus on definition and diagnosis: Report of the European Working Group on sarcopenia in older people. Age Ageing. 2010; 39(4):412-23.

Manfredini F, Lamberti N, Malagoni AM, Felisatti M, Zuccalà A, Torino C, et al. The role of deconditioning in the end-stage renal disease myopathy: physical exercise improves altered resting muscle oxygen consumption. Am. J. Nephrol. 2015; 41:329-36.

Martinson M, Ikizler TA, Morell G, Almeida N, Marcus RL, Filipowicz R, et al. Associations of body size and body composition with functional ability and quality of life in hemodialysis patients. Clin. J. Am. Soc. Nephrol. 2014;9:1082-90.

Kohl LM, Signori LU, Ribeiro RA, Silva AMV, Moreira PR, Dipp T, et al. Prognostic value of the six-minute walk test in end-stage renal disease life expectancy: a prospective cohort study. Clinics. 2012; 67(6):581-86.

Hauschild DB, Schieferdecker ME, Leite CM, Nascimento MM. Composição corporal de pacientes com doença renal crônica em tratamento conservador. Rev. Med. UFPR. 2014; 1(2):47-53.

Cheema BS, Chan D, Fahey P, Atlantis E. Effect of progressive resistance training on measures of skeletal muscle hypertrophy, muscular strength and health-related quality of life in patients with chronic kidney disease: A systematic review and meta-analysis. Sports Med. 2014; 44:1125-38.

Fernández-Martín JL, Martínez-Camblor P, Dionisi MP, Floege J, Ketteler M, London G, et al. Cannata-Andia on behalf of the COSMOS group. Improvement of mineral and bone metabolism markers is associated with better survival in haemodialysis patients: the COSMOS study. Nephrol. Dial. Transplant. 2015; 30:1542-51.

Martins CTB, Jorgetti V. Hiperparatireoidismo secundário e insuficiência renal crônica: impacto na resposta imune. J. Bras. Nefrol. 1995; 17(2):85-89.

Diip T, Silva AMV, Strimban TM, Nicolidi G, Sbruzzi G, Moreira PR, et al. Força muscular respiratória e capacidade funcional na insuficiência renal terminal. Rev. Bras. Med. Esporte. 2010; 16(4):246-49.

Telles C, Boita ERF. Importância da terapia nutricional com ênfase no cálcio, fósforo e potássio no tratamento da doença renal crônica. Perspec. Erechim. 2015; 39(145):143-54.




DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v18n2.8770

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN da versão impressa: 1677-1028
ISSN da versão online: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.