A Crise Hídrica no Brasil e seus Impactos no Desenvolvimento Econômico e Ambiental

Thiago Lopes Matsushita, Daniel Willian Granado

Resumo


Através de metodologia qualitativa, dedutiva e bibliográfica, o presente trabalho debate as questões relativas ao uso da água e à crise hídrica que atinge o país, dando ênfase à questão paulista, através de desenvolvimento histórico, legal e doutrinário. Para isso, tratamos da Política Nacional de Recursos Hídricos, para, em seguida, abordarmos a questão da cobrança sobre o uso da água em cotejo com relevantes princípios do Direito Ambiental. Posteriormente, analisamos casos de relevo em face da cobrança sobre o uso da água no país. Em seguida, discutimos a questão da água como um bem renovável, e, após, tratamos da crise hídrica no Estado de São Paulo. Por fim, concluímos que ainda é premente a realização de políticas públicas em prol do desenvolvimento dos princípios do usuário-pagador, do poluidor-pagador e do protetor-recebedor no Brasil.


Palavras-chave


Desenvolvimento Econômico-ambiental; Direito Ambiental; Políticas Púbicas

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/rtj.v6i1.580

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Thiago Lopes Matsushita, Daniel Willian Granado



Revista Thesis Juris

e-ISSN: 2317-3580
http://revistartj.org.br

Revista Thesis Juris ©2020 Todos os direitos reservados.