Políticas Editoriais

Foco e Escopo

Prisma Jurídico é uma publicação científica que se propõe a ser um veículo de divulgação da produção de Ciências Jurídicas. Busca contribuir para o conhecimento e desenvolvimento da pesquisa nessa área. No ano de 2011 o identificador digital (DOI) foi colocados inseridos a todos os artigos.

Assim constitui um espaço não dogmático que respeita a pluralidade indispensável para o debate intelectual; portanto, não é porta-voz de nenhuma corrente ou teoria específica e publica trabalhos de autores brasileiros ou estrangeiros, nos idiomas português, espanhol, francês e inglês.

O nome – Prisma – espelha essa ambição poliédrica e analítica: apresentar não apenas diversas faces do Direito, mas também decompor sua luz em um variado espectro – pois diversas, com efeito, são as casas onde o Direito mora, e múltiplas, suas feições.

A revista tem como foco a comunidade acadêmica que se dedica às questões do Direito, que não se circunscreve, naturalmente, à academia jurídica, e congrega áreas afins. Evidentemente, destina-se também aos profissionais do Direito que se interessam pelas diversas questões teóricas que fundamentam o ordenamento jurídico e sabem da importância dessas questões para um exercício consciente da vida profissional, bem como para a cidadania.

Linha Editorial

linha editorial da Revista Prisma Jurídico segue o Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito da Universidade Nove de Julho (UNINOVE), área de concentração “Justiça, Empresa e Sustentabilidade”, em suas linhas de pesquisa complementares:

I) Linha 1: “Justiça e o Paradigma de Eficiência”, a partir dos seguintes temas: a)Jurisdição: fronteiras entre a jurídica e a efetividade, que pondera a eficiência com outros valores cuja segurança é analisada pelo Sistema de Justiça com foco nas reformas processuais brasileiras; b) Atividade Judicial: (re) leitura do paradigma da eficiência, em que se analisa formas de atingi-la dentro das peculiaridades próprias das atividades jurisdicionais, abordando as complexidades e os desafios do Poder Judiciário na Pós-Modernidade, exigindo-se deste poder uma postura mais ativa no reconhecimento dos direitos; c) Espaço Virtual Tecnologia da Informação a Serviço da Justiça; d) Gestão de Conflitos e a (Des) Construção do Litígio por meio da Negociação; e) Poder Judiciário no Direito Comparado.

II) Linha 2: “Empresa, Sustentabilidade e Funcionalização do Direito” , a partir dos seguintes temas: a) Sistema Recuperacional e Sustentabilidade; b) Empresa e Efetivação dos Direitos Humanos: c)Interesses Transindividuais e Funcionalização do Direito; d) Sustentabilidade, Fomento e Tributação.

Serão permitidas submissões de estudos relacionados às áreas de Direitos Humanos, Direito Constitucional, Direito Empresarial, Direito Ambiental, Direito Civil, Direito do Consumidor, Direito Penal, Direito Processual Civil, Direito Processual Penal, Direito do Trabalho, Direito Tributário, Direito Internacional, Direito Administrativo, Filosofia do Direito, Teoria do Estado, Sociologia Jurídica. As submissões que contemplarem essas áreas e realizarem relações com aquelas temáticas das linhas de pesquisa terão prioridade de análise sobre as demais.

 

Políticas de Seção

Entrevista

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Artigos

Destinado aos artigos que foram rejeitados ou arquivados

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

Os artigos submetidos à Prisma Jurídico são avaliados os seguintes itens: rigor metodológico, gramatical, redacional, grau de originalidade e autoria, criatividade, assim como alinhamento com foco e escopo da revista.
 
Quando o trabalho submetido não for adequado à política editorial da Revista, será arquivado e os autores serão notificados.
 
Caso seja verificada a pertinência do trabalho enviado, a avaliação prossegue no sistema de revisão por pares duplo-cego (processo de blind review.). Nessa etapa serão designados parecerias ad hoc de acordo com o tema do artigo. Os pareceristas são, preferencialmente,  professores e pesquisadores associados a programas de pós-graduação stricto sensu de instituições de ensino nacionais ou estrangeiras.
 
Para publicação é necessária dupla aprovação. Havendo divergência entre os pareceres, os textos serão encaminhados a um terceiro parecerista. 
 
Os pareceristas podem aceitar o artigo, solicitar revisões ou rejeitá-lo. Qualquer uma das hipóteses é justificada por um parecer feito via formulário.
  • Quando obtemos duas recusas no trabalho, o artigo é arquivado;
  • E no caso dos dois pareceristas aceitarem o trabalho, ele passa à fase seguinte.
  • Por fim, quando um ou os dois pareceristas solicitam revisões, o trabalho é devolvido ao autor, solicitando a reformulação do artigo.  E quando o autor reenvia o texto reformulado, segundo as sugestões dos pareceristas, ele é reavaliado.
 
 Cabe ao editor a decisão sobre a edição onde o artigo será publicado.

 

 

 

Periodicidade

Prisma Jurídico é uma publicação científica semestral.

  • Primeiro semestre, jan./jun., limite para publicar a edição 30 junho.
  • Segundo semestre, jul/dez., limite para publicar a edição 31 dezembro.

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento. 

Dessa maneira não são cobradas taxas de submissões e publicações.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Taxa de publicação

Esta revista não cobra nenhum tipo de taxa dos autores para:

Submissão: R$ 0.00

Avaliação: R$ 0,00

Publicação: R$ 0.00

 

Nominata Pareceristas 2020 - 2021

               AVALIADOR                          IES    UF
Adriana Campos SilvaUniversidade Federal de Minas GeraisMG
Ágatha Gonçalves SantanaUniversidade da Amazônia - UNAMA / Ser EducacionalAM
Almir Santos Reis JuniorUniversidade Estadual de MaringáPR
André Luís Cateli RosaCentro Universitário das Faculdades Integradas de OurinhosSP
Antonio Carlos Diniz Murta
Universidade FUMEC
MG
Armando Albuquerque de OliveiraUniversidade Federal da Paraíba PB
Carlos Alberto LunelliUniversidade de Caxias do SulRS
Carlos Roberto Jamil CuryPontifícia Universidade Católica de Minas GeraisMG
Carlos Sérgio Gurgel da SilvaUniversidade do Estado do Rio Grande do NorteRN
Caroline Leite de CamargoUniversidade de Rio Verde - UniRVGO
Celso Hiroshi IocohamaUniversidade ParanaensePR
Charlise Paula Colet GimenezUniversidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões  (URI) Santo ÂngeloRS
Claudio José Langroiva PereiraPontifícia Universidade Católica - SPSP
Cleide Calgaro Universidade de Caxias do SulRS
Daniel Angelo PassaiaPassaia Advogados, PA, Brasil.PA
Deilton Ribeiro BrasilUniversidade de Itaúna-MG MG
Douglas Aparecido Bueno

Academia da Força Aérea; Pontifícia Universidade

Católica - SP

SP
Edna Raquel Rodrigues Santos HogemannUniversidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, UNIRIORJ
Elizete LanzoniTribunal de Justiça de Santa Catarina, TJSCSC
Eloy Pereira Lemos JuniorFundação Universidade de Itaúna, FUITMG
Fabricio Veiga CostaUniversidade de ItaúnaMG
Felipe da Veiga DiasFaculdade Meridional, IMEDRS
Flávio Couto BernardesUniversidade Federal de Minas Gerais;  Pontifícia Universidade Católica de Minas GeraisMG
Gerson Amauri CalgaroUNIFIEO, OsascoSP
Gisele Mazzoni WelschPontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRSRS
Graciane Rafisa SalibaUniversidade de ItaúnaMG
Guilhardes de Jesus JúniorUniversidade Estadual de Santa Cruz - UESCBA
Janaína Machado SturzaUniversidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do SulRS
Janaína Rigo SantinUniversidade de Passo Fundo - UPFRS
Jonathan Cardoso RégisUniversidade do Vale do Itajaí (UNIVALI -SC)SC
Jose Araujo AvelinoUniversidade do Estado da BahiaBA
José Carlos Kraemer BortolotiFaculdade Meridional IMEDRS
Lídia Maria RibasUniversidade Federal de Mato Grosso do SulMS
Loiane Prado VerbicaroUniversidade Federal do Pará PA
Luís Renato VedovatoUNICAMPSP
Luiz Antônio Silva BittencourtPontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRSRS
Luiz Manoel Gomes JuniorUniversidade Paranaense, UNIPARMG
Márcio Eduardo Senra Nogueira Pedrosa MoraisFundação Universidade de Itaúna, FUITMG
Mardióli Dalla Rosa  
Maria de Fatima Schumacher WolkmerUniversidade do Extremo Sul Catarinense, UNESCSC
Mateus de Oliveira FornasierUniversidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do SulRS
Mayra Thais Andrade RibeiroGrupo IBMEC BH, IBMEC-BHMG
Neuro José ZambamFaculdade Medidional de Passo FundoRS
Osmar VeroneseURI - Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, Campus Santo ÂngeloRS
Roberto Wagner MarquesiUniversidade Estadual de Londrina - UELPR
Rocco Antonio Rangel Rosso NelsonInstituto Federal do Rio Grande do NorteRN
Rodrigo de Camargo CavalcantiFaculdades Alves Faria, ALFASP
Rômulo Magalhães Fernandes  
Rosane Carvalho Porto Universidade Federal de Santa Catarina, UFSCSC
Silvia Helena de Almeida StefanoOrdem dos Advogados do Brasil, OAB, BrasilSP
Tatiana de Almeida Freitas Rodrigues Cardoso SqueffUniversidade Federal de Uberlândia MG
Valesca Raizer Borges MoschenUniversidade Federal do Espírito SantoES
Victor Hugo AlmeidaUniversidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho - Faculdade de Ciências Humanas e Sociais de Franca (SP)SP
Vinicius Fernandes OrmelesiUniversidade do Estado de Minas Gerais, UEMGMG