Políticas Editoriais

Foco e Escopo

Missão

Divulgar a produção intelectual em gestão em Sistemas de Saúde e suas disciplinas correlatas, relevante para profissionais, estudantes e professores, estimulando as contribuições criativas e inéditas do trabalho acadêmico e de pesquisa.

Objetivos

•Incentivar o aumento da produção de conhecimento das comunidades acadêmica e profissional em gestão em Sistemas de Saúde;
•Servir como canal adequado para difundir avanços conceituais, metodológicos e de experiências de gestão em Sistemas de Saúde;
•Estimular a difusão de conhecimentos que promovem novos estudos e novas formulações teóricas e empíricas para a área de gestão em Sistemas de Saúde.

Foco

O foco da revista tem na temática gestão em Sistemas de Saúde seu arcabouço teórico essencial. Inclui, de forma abrangente, as abordagens que envolvem processos operacionais, de cuidados e humanização, vigilância em saúde, qualidade, gerenciamento de risco e políticas públicas em saúde, atuação e desenvolvimento da liderança e cultura em organizações de saúde, gestão competências, estratégica, financeira, econômica em saúde, tecnologia de informação, incorporação tecnológica, gestão de projetos em saúde, marketing aplicados à saúde.

Não se restringe somente à disciplina, mas também suas interconexões. Neste sentido, busca publicar trabalhos que fazem alinhamento com áreas da administração em saúde como gestão de logística, negócios em saúde, Medidas de Avaliação em Saúde, Registro Eletrônico de Informação em Saúde; gestão sustentável em saúde, fatores críticos de sucesso e visão prospectiva da profissão e da matéria.Público Alvo

A RGSS está voltada a um público amplo de pesquisadores, professores, estudantes, empresários, consultores e outros profissionais de alta qualificação que atuam na área de gestão em sistemas de saúde nas organizações públicas, privadas e do terceiro setor, nacionais e internacionais.

 

Políticas de Seção

Artigos

Política padrão de seção

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Resenhas

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

O processo de avaliação de artigos submetidos à RGSS envolve duas etapas sequenciais: o desk review e a avaliação pelos pareceristas. Na desk review, os editores se reunem e analisam, sem qualquer identificação dos autores, os artigos recebidos para avaliar sua pertinência ao escopo da revista e seu potencial para contribuir significativamente para o conhecimento no campo da gestão da saúde. Quando necessário, os editores também envolvem algum membro do comitê científico nesse processo. Esta avaliação ocorre mensalmente na reunião dos editores e os autores são comunicados sobre a decisão, em até sessenta dias contados a partir da data de submissão.

Dessa forma, os autores são comunicados brevemente sobre as reais possibilidades de publicação do seu trabalho na RGSS e posicionados com relação à continuidade de seus trabalhos no processo de avaliação.

Os artigos aprovados na desk review são encaminhados a dois dos pareceristas que compõem o corpo de pareceristas da revista para avaliação no sistema Double Blind Review, conforme sua disponilidade e expertise para avaliá-los. Os pareceristas são professores e pesquisadores associados à programas de pós-graduação stricto sensu de instituições de ensino nacionais ou estrangeiras.

Os artigos são avaliados considerando-se a relevância do tema estudado para a gestão da saúde, a redação e a formatação do texto, o encadeamento lógico da revisão teórica com a utilização de referências apropriadas, a adequabilidade dos procedimentos metodológicos, a profundidade e a consistência das análises, o delineamento das conclusões e a relevância das contribuições. Esta etapa do processo de avaliação pode durar até três meses, sendo que ao seu término os autores são imediatamente comunicados sobre a decisão editorial.

Quando os pareceristas solicitarem ajustes no artigo, será concedido aos autores, a critério do editor, um prazo entre trinta e sessenta dias para a incorporação das sugestões e correções requeridas. Após a realização dos ajustes solicitados e constatação destes pelos pareceristas e editores, os artigos são submetidos à revisão ortográfica, gramatical e de adequação às normas adotadas pela revista e à editoração final do documento. A conclusão desse processo não implica a publicação imediata do artigo, cabendo aos editores, de acordo com as políticas editoriais, elaborar as pautas e decidir qual o momento apropriado para a publicação.

 

Periodicidade

Histórico de Periodicidade:

  • A partir de 2017, a periodicidade passou a ser quadrimestral (janeiro/abril, maio/agosto e setembro/dezembro);
  • 2012 a 2016, a periodicidade era semestral (janeiro-junho; julho-dezembro).

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Equipe Editorial

Sobre o Conselho Editorial
O Conselho Editorial é constituído por representantes acadêmicos de diferentes instituições de ensino e pesquisa. Seus membros atuam preferencialmente, mas não exclusivamente, na área de pesquisa de saúde. A atuação do Conselho Editorial não é feita necessariamente de forma coletiva. Não há previsão de reuniões ordinárias para tratar de questões pautadas. Não há envolvimento formal dos membros do Conselho Editorial com a entidade legalmente responsável pela publicação da revista. Cada membro participa nos trabalhos da revista de forma mais individual, por meio de uma articulação do Comitê Científico ou do Editor. De fato, cada membro atua como conselheiro do Comitê Científico e do Editor interpretando e sugerindo aperfeiçoamentos na Política Editorial, divulgando a revista, posicionando-se como árbitro em questões estratégicas do envolvimento da GSS no meio acadêmico e profissional. O Conselho Editorial não supervisiona ou interfere no processo editorial, estando afastado do processo de arbitramento de artigos.  Manifesta-se em assuntos relevantes como a consistência da política editorial e das publicações, sua qualidade e também sobre as questões éticas pertinentes à gestão editorial. Cada membro assume também a função de “ouvidor” da comunidade científica atuante na área, garantindo a credibilidade acadêmica e a postura que se espera de uma revista científica.

Comitê Científico
Trata-se de um colegiado interinstitucional, composto por representantes dos grupos de pesquisa que respaldam mais diretamente o desenvolvimento da revista. Sua atuação é feita de forma colegiada, com decisões coletivas e democráticas. A missão maior do grupo é procurar assegurar a credibilidade dos procedimentos editoriais adotados e assumir a responsabilidade científica da revista. O Comitê Científico indica o  Editor Científico que passa a ser seu  membro natural. Ademais, suas atribuições são de caráter científico com o intuito de assegurar que a missão da Revista seja cumprida. Este comitê deve estar permanentemente ativo no cumprimento das definições gerais da política editorial da revista e também dos procedimentos editoriais previstos, particularmente no que se refere à garantia de consistência e qualidade das publicações. Edições especiais e outras contribuições científicas  deverão ser discutidos e definidos por esta instância. É sua atribuição discutir e desenvolver regulamentos próprios para assuntos variados como: normas e formatação de artigos; critérios de avaliação e aceite de textos para publicação; aceite de novos grupos de pesquisa para participar do comitê; aprovação do orçamento; credenciamento de revisores e pareceristas; definição de política de circulação e assinaturas, entre outras matérias. O Comitê Científico não interfere  na operação editorial da RGSS, que é de  sobre responsabilidade do Editor e sua equipe operacional.

Editor Científico
É o responsável pela estabelecimento  da Política Editorial, pela gestão editorial e pela supervisão da Secretaria Editorial, que opera todo o fluxo de trabalho, com auxílio do e sistemas  Open Journal System – OJS. O Editor tem atuação específica na seleção prévia de artigos encaminhados para a revista, na distribuição dos artigos entre os pareceristas,que irão avaliá-los. Se os artigos possuírem a qualidade esperada eles serão publicados. Adicionalmente, o Editor deve ter uma postura ativa nos trabalhos do Comitê Científico e na articulação de ações do Conselho Editorial. Um fluxograma das atividades do processo de editoração científica está explicitado na plataforma OJS, no item de menu “Sobre/Sobre o Sistema de Publicação Eletrônica de Revistas”. Editora Executiva
Lara Jansiski Motta, UNINOVE - São Paulo, SP (Brasil)

 

Ficha Catalográfica

Revista de Gestão em Sistemas de Saúde – RGSS ®
Modalidade Editorial: Eletrônica –http://www.revistagss.org
Vol.1, No.1 (janeiro/junho 2012) – São Paulo – S.P.
Periodicidade: Quadrimestral
Editora Executiva: Lara Jansiski Motta

janeiro de 2012 e-ISSN:2316-3712
1. Saúde – Periódicos. 2. Administração- Periódica
São Paulo – S.P. - Brasil

 

Author Fees

This journal charges the following author fees.

Article Submission FREE: 0.00 (USD)

Fast-Track Review FREE: 0.00 (USD)

Article Publication: 0.00 (USD)

 

Política de Ética

Política de Ética em Publicações e Declaração de Procedimentos Impróprios em Publicações

Este Periódico (Revista) tem o compromisso com a ética e qualidade na publicação. Apoiamos padrões de comportamento ético esperado para todas as partes envolvidas na publicação em nossa revista: o autor, o editor da revista, o dos revisores e do editor. Nós não aceitamos plágio ou qualquer outro comportamento antiético.

 Deveres dos Editores:

 • Decisão de publicação: O editor da revista é responsável por decidir quais dos artigos submetidos à revista devem ser publicados. O editor é guiado pelas políticas do conselho editorial da revista e em estrita observância aos requisitos legais em matéria de difamação, violação de direitos autorais e plágio. O editor pode consultar o conselho editorial ou colaboradores na tomada de decisões.

• Regras Justas: O editor deve avaliar manuscritos para o seu conteúdo intelectual, sem distinção de raça, sexo, orientação sexual, crença religiosa, origem étnica, nacionalidade, ou a filosofia política dos autores.

• Confidencialidade: O editor e qualquer equipe editorial não deve divulgar qualquer informação sobre um manuscrito submetido a qualquer outra pessoa, com exceção do próprio autor, revisores, potenciais colaboradores, outros conselheiros editoriais, e do editor, conforme o caso.

• Divulgação e Conflitos de interesse: O editor não deve usar informações que não tenham sido publicadas em sua própria investigação sem o consentimento expresso e por escrito do autor. O editor deve se abster de avaliar manuscritos nos quais tenha algum conflito de interesse resultantes de relacionamentos competitivos ou colaborativos ou qualquer outro tipo de relacionamento ou conexões com qualquer um dos autores, empresas ou (possivelmente) instituições que estejam ligadas / conectadas aos artigos.

• Participação e cooperação nas investigações: O editor deve tomar medidas de resposta razoáveis quando reclamações éticas foram apresentadas em relação a um manuscrito submetido ou artigo publicado.

 

Deveres dos Revisores:

 • Contribuição para a decisão Editorial: A revisão por pares ajuda o editor na tomada de decisões editoriais e através das comunicações editoriais com o autor pode também auxiliar o autor na melhoria do artigo.

• Pontualidade: Qualquer árbitro selecionado que não se sente qualificado para avaliar a pesquisa relatada em um manuscrito ou sabe que a sua imediata revisão será impossível deve notificar o editor e desculpar-se do processo de revisão.

• Confidencialidade: Todos os manuscritos recebidos para avaliação devem ser tratados como documentos confidenciais. Eles não devem ser mostrados ou discutidos com os outros.

• Padrões de objetividade: Comentários devem ser conduzidos de forma objetiva e os avaliadores devem expressar suas opiniões claramente com argumentos de apoio.

• Reconhecimento da Fonte: Pares avaliadores devem identificar obras publicadas relevantes que não tenham sido citadas pelos autores. O revisor também deve chamar a atenção do editor sobre qualquer semelhança substancial ou sobreposição entre o manuscrito em questão e qualquer outro documento publicado de que tenham conhecimento pessoal.

• Divulgação e Conflitos de Interesse: Informação privilegiada ou ideias obtidas através da avaliação pelos pares devem ser mantidas em sigilo e não utilizados para proveito pessoal. Os revisores não devem considerar manuscritos nos quais tenham algum conflito de interesse resultantes de relacionamentos competitivos ou colaborativos ou qualquer outro tipo de relacionamento ou conexões com qualquer um dos autores, empresas  ou (possivelmente) instituições que estejam ligadas / conectadas aos artigos.

Deveres dos Autores:

• Padrões de Relato: Autores de relatórios de pesquisas originais deverão apresentar um relato preciso do trabalho realizado, bem como uma análise objetiva de seu significado. Dados subjacentes devem ser apresentados com precisão no artigo. Um documento deve conter detalhes e referências suficientes para permitir que outros possam replicar o trabalho. Declarações fraudulentas ou intencionalmente imprecisas constituem um comportamento antiético e são inaceitáveis.

• Originalidade e Plágio: Os autores devem garantir que suas obras sejam totalmente originais, e se os autores usaram o trabalho e / ou palavras de outros autores estas devem rer sido devidamente citadas ou cotadas. Plágio em todas as suas formas constitui um comportamento antiético de publicação e é inaceitável.

• Publicações múltiplas, redundantes ou concorrentes: Um autor não deve, em geral, publicar manuscritos que descrevem essencialmente a mesma pesquisa em mais de uma revista ou publicação primária. Submeter o mesmo manuscrito a mais de uma revista simultaneamente e / ou publicar o mesmo artigo em diferentes revistas constituem um comportamento antiético de publicação e é inaceitável.

• Reconhecimento de Fontes: Reconhecimento adequado do trabalho dos outros deve ser feito sempre. Os autores devem citar as publicações que têm sido influente na determinação da natureza do trabalho relatado. As informações obtidas em caráter privado, como na conversa, correspondência, ou discussão com terceiros, não devem ser utilizados ou relatados sem permissão explícita e por escrito da fonte. As informações obtidas no curso de serviços confidenciais, como manuscritos de arbitragem ou pedidos de subvenção, não devem ser utilizados sem a autorização explícita e por escrito do autor do trabalho envolvido nesses serviços.

• Autoria do Artigo: A autoria deve ser limitada a aqueles que fizeram uma contribuição significativa para a concepção, projeto, execução ou interpretação do estudo relatado. Todos aqueles que fizeram contribuições significativas devem ser listados como coautores. Outros que tenham participado em certos aspectos substantivos do projeto de pesquisa também devem ser reconhecido ou listadas como contribuidores. O autor deve se assegurar que todos os coautores adequados e nenhum inadequado estão incluídos no artigo, e que todos os coautores viram e aprovaram a versão final do documento e concordaram em sua apresentação para publicação.

• Divulgação e Conflitos de Interesses: Todos os autores devem divulgar em seus manuscritos qualquer conflito de interesse financeiro ou substantivo / material que poderim levar a influenciar os resultados ou a interpretações em seus manuscritos.. Todas as fontes de apoio financeiro para o projeto devem ser divulgadas.

• Erros fundamentais em obras publicadas: Quando um autor descobre um erro significativo ou imprecisão na sua própria obra publicada, é obrigação do autor notificar imediatamente o editor da revista ou editora e cooperar com o editor para retratar ou corrigir o artigo.

 

Deveres do Publisher

 Estamos empenhados em garantir que a obtenção de verbas de publicidade, reimpressão ou outra receita comercial não tem qualquer impacto ou influência sobre as decisões editoriais.

Os nossos artigos são revisados para garantir a qualidade das publicações científicas e também somos usuários do Oxsico (software para identificação de plágio).

Esta Política de Ética é baseada em recomendações do COPE Diretrizes de Melhores Práticas para Editores de Revistas

* This statement is based on COPE's recommendations Best Practice Guidelines for Journal Editors

 

Política Anti-plágio

Todos os artigos encaminhados à Revista de Gestão em Sistemas de Saúde (RGSS) passarão pela verificação de similaridade do Oxsico.

A Revista segue as normas internacionais relativas aos trabalhos plagiados. Rejeita, em absoluto, todas as formas de plágio e só publica artigos com a garantia, por parte dos autores, da originalidade dos seus trabalhos.

Os editores estarão atentos aos processos de autoplágio e farão, sempre que julguem oportuno, recomendações aos autores.

No caso de algum autor apresentar à Revista de Gestão em Sistemas de Saúde (RGSS) um trabalho total ou parcialmente plagiado, ser-lhe-á vedado, definitivamente, o acesso à possibilidade de publicação. Esta diretiva será, obrigatoriamente, transmitida aos autores e ser-lhes-á garantido o direito de resposta.