Estrutura trófica da avifauna em fragmentos florestais na Amazônia Oriental

Fabio Rossano Dario

Resumo


Neste estudo realizado em dois fragmentos florestais localizados no município de Paragominas, no Estado do Pará, Amazônia Oriental (entre as coordenadas geográficas 3o24’ e 3o38’ de latitude sul e 47o12’ e 47o40’ de longitude oeste), em outubro de 2007 e março de 2008, o objetivo é analisar os grupos de aves afetados pela fragmentação florestal e o isolamento dessas áreas, tendo como indicador ecológico a avifauna. O método utilizado para o registro da avifauna foi o de observações em pontos fixos. Para as áreas estudadas, foram calculados o Índice de Diversidade de Shannon-Weaver (H’=3,7795) e Índice de Eqüidade de Pielou (E=0,7854), e para as espécies registradas, e o Índice Pontual de Abundância. Foi possível registrar, em 48 horas de observação, 123 espécies de aves, distribuídas em 36 famílias, 15 ordens e agrupadas em nove guildas tróficas, das quais a insetívoro e a onívoro são as mais abundantes.

Palavras-chave


Amazônia; Ave; Avifauna; Fragmento; Guilda.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v7i2.1063

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2008 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.