Estudo da prevalência de transtornos psíquicos associados à violência em usuários atendidos no Serviço de Psicologia do Município de Embu Guaçu – SP

Carla Priscila da Silva, Renato Ribeiro Nogueira Ferraz

Resumo


A violência colabora para o desenvolvimento de agravos à saúde física e mental. Este estudo de caráter descritivo tem como objetivo verificar a prevalência dos transtornos psíquicos associados à violência em usuários do serviço de psicologia num município da Grande São Paulo. Utilizando os dados estatísticos do serviço de psicologia, extraiu-se uma amostra de 83 sujeitos, caracterizada quanto ao tipo de violência sofrida, queixa emocional, região de origem. Os achados revelaram que 34,93% eram vítimas de violência, mulheres com média de idade de 34 anos, com predomínio da violência física em 44,82% dos casos. Houve certa coerência entre a associação de violência física com transtornos de humor, e de violência sexual com transtornos fóbicos ansiosos. Os dados revelam que a violência causa prejuízos importantes à saúde mental, reforçando a tese de que a violência é um problema de saúde pública que só pode ser resolvido por meio da intersetorialidade.

Palavras-chave


Saúde mental; Transtornos psíquicos; Violência

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v8i1.1490

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2009 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.