Atividade física contra redução da massa óssea induzida por glicocorticoides

Rodolfo Pessato Timóteo, Dirce Sofia Fabri de Almeida Verde dos Santos

Resumo


A massa óssea é alterada por vários fatores, chegando à osteoporose em decorrência da ação dos glicocorticoides, medicamentos usados em várias doenças como as autoimunes. A prática de atividades físicas já é coadjuvante no tratamento e prevenção da osteoporose pós-menopáusica e senil, e pode trazer benefícios diretos e indiretos para diminuir os efeitos colaterais dos glicocorticoides. O objetivo deste trabalho foi realizar levantamento e análise da bibliografia para encontrar, na literatura, argumentos que confirmem a utilização dos exercícios físicos como prevenção e tratamento dos efeitos maléficos dos glicocorticoiwdes em relação à massa óssea. Há concordância quanto ao benefício das atividades físicas em pacientes usuários crônicos de glicocorticoides, tanto no que se refere à massa óssea quanto à minimização dos efeitos da síndrome metabólica. Concluiu-se que os resultados dos exercícios físicos sobre o cortisol endógeno e exógeno não são totalmente explicados, pois necessitam de mais pesquisas sobre o assunto e a respeito da correlação dos benefícios fisioterapêuticos em pacientes usuários de glicocorticoides.

Palavras-chave


Atividade física; Glicocorticoides; Massa óssea.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v8i1.1600

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2009 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.