Prevalência de lesões cutâneas em pacientes atendidos pelo programa de internação domiciliar (PID) no município de Santos – SP

Débora Cristina Ferrari, Mariana Lopes Monteiro, William Malagutti, Anderson Sena Barnabe, Renato Ribeiro Nogueira Ferraz

Resumo


OBJETIVOS: Neste artigo, objetiva-se verificar a prevalência de lesões cutâneas em pacientes atendidos pelo PID na cidade de Santos (SP), em 2009. MÉTODO: Identificamos uma prevalência de lesões em 37,8% dos pacientes admitidos, com predomínio do sexo feminino, e faixa etária acima de 65 anos. RESULTADOS: Destacaram-se as úlceras por pressão e vasculogênicas, amputações, pé-diabético, erisipela dentre outras. O tempo médio de permanência sob observação foi 90 dias. CONCLUSÕES: Concluiu-se que as lesões acometem grande parte da população atendida e merecem especial atenção. Ainda são necessários estudos para avaliar individualmente as ações pertinentes a este grupo, no sentido de prevenir e recuperar as lesões, contribuindo assim para a manutenção do estado geral de saúde.

Palavras-chave


Lesões cutâneas; Prevalência; Programa de atenção domiciliar; Atendimentos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v9i1.1934

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2010 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.