Assistência prestada a diabéticos atendidos em unidade de saúde de Teresina – Piauí

Sarah Melo Rocha, Nádia Maria França da Costa, Maria do Carmo de Carvalho e Martins

Resumo


Objetivos: Avaliar as orientações relativas ao tratamento do diabetes, recebidas por 50 pacientes diabéticos atendidos em uma unidade básica de saúde, em Teresina (PI). Método: Por meio da análise de informações socioeconômicas e demográficas, presença de complicações e manejo da doença em sujeitos portadores de diabetes Mellitus. Resultados: Dos entrevistados, 44% se queixavam de, pelo menos, uma complicação, e desses, 30% tinham recebido orientações sobre as complicações. Entre os pacientes, 94% relataram ter recebido orientação dietética e 68% referiram ter recebido prescrição dietética, apenas 52,9% seguiram a dieta prescrita. A prescrição dietética para 85,3% dos pacientes foi fornecida por nutricionistas, com adesão de 55,2%. A prática de atividade física foi orientada para 56% dos pacientes; desses, 42,9% seguiram a orientação. Conclusão: Os resultados ressaltam a importância do estabelecimento de ações de educação continuada para o manejo adequado do diabetes, com vistas a melhorar a qualidade dos cuidados prestados.

Palavras-chave


Atenção primária à saúde; Cuidado periódico; Diabetes mellitus.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v8i4.1960

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2009 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.