Aspectos facilitadores do Sistema de Distribuição de Medicamentos por Dose Unitária para a enfermagem

Sandra Neves Araújo, Ana Lonch Sabates

Resumo


OBJETIVOS: Identificar os aspectos facilitadores na utilização desse sistema em um hospital pediátrico e verificar sua importância na prática dos profissionais de enfermagem. MÉTODO: Trata-se de um estudo exploratório, descritivo, de campo, transversal. RESULTADOS: Os dados relativos às características da população foram coletados na primeira parte do questionário e são referentes ao sexo, idade, tempo de formado, escolaridade, titulação e tempo de experiência com o SDMDU. CONCLUSÕES: Após análise, foi possível identificar os aspectos facilitadores: “otimização do tempo”; “redução do desperdício de medicação”; “contaminação e erros durante o preparo”; e os aspectos negativos: “perder habilidade para preparar a medicação”; “excesso de confiança”; “o não atendimento da farmácia durante as 24 horas”, “contraria as normas do COREN”, e “atraso na entrega da dose unitária para a enfermagem”.

Palavras-chave


Assistência Pediátrica; Dose Única; Prática de enfermagem; Sistemas de medicação no hospital.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v9i1.2076

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2010 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.