Perfil dos usuários de Unidades Básicas de Saúde do Vale do Taquari: fatores de risco de diabetes e utilização de fitoterápicos

Claudete Rempel, Andreia Aparecida Guimarães Strohschoen, Jairo Luís Hoerlle, Marco Antônio Bortoli Sartori, Grasiela Cassiana Busch, Eduardo Périco, Adriane Pozzobon, Ioná Carreno, Simone Morelo Dal Bosco, Camila Agostini, Emanoelli Bassani Benini

Resumo


OBJETIVOS: Nesta pesquisa, identificou-se o perfil glicêmico de usuários de Unidades Básicas de Saúde do Vale do Taquari (RS) e avaliou-se o conhecimento e prescrição de fitoterápicos por parte dos médicos dessas UBSs. MÉTODO: Foi realizado um estudo transversal de base populacional com 476 pessoas acima de 18 anos, residentes nos 36 municípios dessa região e 39 médicos. Aplicou-se um questionário padronizado e foi feita a medição do índice glicêmico dos usuários. RESULTADOS: Do total de participantes analisados, observou-se que os voluntários tinham entre 18 e 86 anos, com idade média de 48,08 (±17,05) anos; 69,54% eram do sexo feminino e 49,69% possuíam parentes com diabetes, sendo 74,15% em primeiro grau. A média de glicemia em jejum nas mulheres foi 107,7mg/dL (±37,92), e nos homens, 115,11 (±42,94) e a prescrição de fitoterápicos foi 4,2%. CONCLUSÕES: Concluímos que, apesar dos vários fatores de risco para o desenvolvimento do diabetes, há pouca prescrição médica de fitoterápicos como adjuvantes no tratamento da doença e são também pouco usados pelos doentes.

Palavras-chave


Diabetes melito; Glicemia; IMC; Medicamentos fitoterápicos; Unidade básica de Saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v9i1.2170

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2010 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.