Pacientes com fissura labiopalatina – acompanhamento de casos clínicos

Márcia Cançado Figueiredo, Nuno Figueiredo Pinto, Fabiana Kapper Fabricio, Cristina Maria Silveira Boaz, Daniel Demétrio Faustino-Silva

Resumo


Introdução: Fissura labiopalatina é considerada um problema de saúde pública, tendo os portadores de passar por diversas etapas para sua cura. Objetivo: Relatar casos clínicos de pacientes com fissura labiopalatina, mostrando o processo de reabilitação e as consequências psicológicas. Método: Foi realizado estudo longitudinal com quatro pacientes fissurados, submetidos a tratamento de reabilitação multidisciplinar. Resultados: A fissura de lábio-palato interfere na vida de pacientes tanto no aspecto funcional quanto no psicológico, por isso indivíduos com tal patologia precisam receber cuidados multidisciplinares, e o tratamento deve começar com a maior antecedência possível. Conclusão: Sugere-se que o paciente fissurado tenha um fator genético predisponente a essa doença, podendo apresentar um menor desenvolvimento físico e até mental. Ele pode sofrer preconceito e abandono ou ser negligenciado pela sociedade que não sabe lidar com essa situação, nem que um tratamento correto, na época adequada, pode proporcionar ao doente melhores chances de reabilitação.

Palavras-chave


Fissura palatina; Reabilitação. Saúde pública.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v9i2.2256

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2010 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.