Equilíbrio e arco plantar no balé clássico

Tatiana Thiesen, Alberto Sumiya

Resumo


Introdução: A capacidade de permanecer em posição ortostática e desenvolver movimento é decorrente da presença do equilíbrio e da manutenção da base de sustentação fornecida pelos pés. Objetivo: Verificar o equilíbrio corporal e o tipo de arco plantar de praticantes de balé clássico. Métodos: Amostra composta por 15 sujeitos, que foram divididos em dois grupos denominados: básico e intermediário. A verificação do equilíbrio realizou-se por meio de plataforma de pressão e a classificação do arco por decalque feito em plantígrafo. Resultados: Não houve diferença estatisticamente significante (p=0,173) entre as velocidades de oscilação dos grupos avaliados. Houve predominância de pés cavos na amostra geral com maior suporte de peso em antepé bilateral. Conclusão: Houve predominância de pés cavos, porém não foi possível estabelecer uma correlação entre equilíbrio e tipo de arco plantar para a amostra pesquisada. Não se evidenciou também diferença significativa nas velocidades de oscilação entre o nível básico e intermediário.

Palavras-chave


Dança; Equilíbrio; Pé.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2011 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.