TENS de alta e baixa frequência para dismenorreia primária: estudo preliminar

Ranulfa Gabriela Cândida Queiroz de Oliveira, Juliane Cabral Silva, Adriana Ferreira de Almeida, Rodrigo Cappato de Araújo, Ana Carolina Rodarti Pitangui

Resumo


Introdução: Dismenorreia primária é conceituada como dor menstrual sem associação de patologias. Objetivo: Avaliar o efeito da eletroestimulação nervosa transcutânea (TENS) de alta e baixa frequência na redução do quadro álgico de mulheres com dismenorreia primária. Métodos: Realizou-se ensaio clínico preliminar, randomizado, controlado e duplo cego com 15 voluntárias com dismenorreia primária, divididas em três grupos: TENS alta frequência (TAF), TENS baixa frequência (TBF) e TENS placebo (TP). Na avaliação da dor e da limitação nas atividades diárias, utilizou-se a escala de categoria numérica. A avaliação da dor foi realizada antes e após a aplicação da TENS, que teve duração de 30 minutos. Foram utilizados testes estatísticos não paramétricos. O nível de significância foi p<0,05. Resultados: Na análise intragrupo, observou-se alívio de dor nos grupos TAF e TBF, não sendo verificada diferença no grupo TP. Conclusões: A TAF e TBF foram eficazes para o alívio de dor, sendo de fácil aplicação, confortável e sem efeitos colaterais.

Palavras-chave


Atividades cotidianas; Dismenorréia; Distúrbios menstruais; Dor; Estimulação elétrica transcutânea do nervo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v11n1.2722

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2012 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.