Desempenho funcional de jovens com paralisia cerebral: programa de orientação aos cuidadores

Juliana Perez Martinez, Aline Bernardes de Souza, Silvana Maria Blascovi-Assis

Resumo


Introdução: A Paralisia Cerebral (PC) caracteriza-se por uma disfunção motora que pode acarretar lesões e comprometimentos variados nos indivíduos. Um programa de intervenção que estimule o desenvolvimento pode colaborar para melhorar o desempenho funcional e a participação nas atividades diárias desses sujeitos. Objetivos: Implementar um programa de intervenção destinado aos cuidadores para promoção do desempenho e independência funcional de jovens com PC abrigados e avaliar os resultados. Métodos: Participaram deste estudo dez residentes com PC e seus cuidadores. Avaliou-se o desempenho funcional antes e após o programa de intervenção com aplicação do Inventário de Avaliação Pediátrica de Incapacidade para verificação da eficácia do programa. Resultados: Os jovens aumentaram significativamente suas pontuações nas áreas de autocuidado (p=0,03 e σ=3,24) e função social (p=0,001 e σ=3,77), após aplicação do programa. Conclusão: Um programa de estimulação pode ser eficaz quando aplicado por cuidadores, sendo de grande relevância para a população com PC.

Palavras-chave


Abrigo; Atividades cotidianas; Capacitação; Paralisia cerebral.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v12n1.3984

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2013 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.