Influência da estimulação elétrica neuromuscular e cinesioterapia nos movimentos de pacientes hemiparéticos

Juliana de Oliveira Souza, Suelen de Almeida Silva, Priscila de Oliveira Januário, Ariela Torres Cruz

Resumo


Introdução: Aproximadamente metade dos sobreviventes de acidente vascular encefálico (AVE) apresentam problemas funcionais na mão e no braço. Estimulação Elétrica Neuromuscular (EENM) e cinesioterapia são recursos utilizados na reabilitação destes indivíduos. Objetivo: Avaliar os efeitos da EENM associada ou não a cinesioterapia na quantidade de uso (MAL-AOU) e qualidade dos movimentos (MAL-QOM) do membro superior espástico de pacientes com sequela de AVE. Métodos: Dezoito pacientes foram divididos em dois grupos: um tratado com EENM; e um, com EENM associada à cinesioterapia, ambos submetidos a 16 atendimentos, sendo avaliados antes, no fim do tratamento e após um e três meses do seu término. Resultados: Houve um aumento nos valores do MAL-AOU e MAL-QOM em ambos os grupos, com manutenção três meses após o término da terapia. Conclusões: Os tratamentos propostos mostraram-se eficazes para o aumento da quantidade de uso e qualidade dos movimentos do membro superior parético da população estudada.

Palavras-chave


Acidente vascular encefálico; Espasticidade muscular; Estimulação elétrica; Hemiparesia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v13n2.4812

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.