Efeito hipotensivo no treinamento resistido: influência da massa muscular envolvida

Diogo Cardozo, Hugo Barbosa Alves, Tiago Figueiredo, Marcelo Ricardo Dias, Roberto Simão

Resumo


Introdução: A massa muscular (MM) solicitada durante o exercício resistido (ER) exerce influência nas respostas cardiovasculares. Objetivo: Comparar o efeito da MM nas respostas cardiovasculares durante e após o ER. Métodos: Onze sujeitos normotensos (22,2 ± 2,8 anos; 171,2 ± 9,4 cm; 68,0 ± 12,6 kg) foram submetidos, em diferentes dias, aos exercícios: supino reto (SR) e voador (VOA). As medidas da pressão arterial (PA), frequência cardíaca (FC) e duplo produto (DP) foram feitas no repouso, final do exercício e durante 60 minutos pós-exercício. Resultados: Ambos os exercícios proporcionaram aumento da PA, FC e DP em relação ao repouso (p<0,05). No período pós-exercício, foi observada redução estatística da PA sistólica no 40º minuto do exercício VOA, e no SR, no 40º, 50º e 60º minuto (p<0,05). A PA diastólica não se alterou. Conclusão: A MM não interferiu no aumento da PA, FC e DP, entretanto, influenciou na duração do efeito hipotensivo.

Palavras-chave


Hipotensão; Pressão arterial; Treinamento de resistência.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v13n4.4979

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.