Análise da realidade virtual versus treino funcional na aptidão física de idosas

Fagner França dos Santos, Lívio Hudson Vilarinho Nunes Magalhães, Felipe Aurélio Nunes de Sousa, Charlanne de Oliveira Marques, Michelle Vicente Torres, Seânia Santos Leal

Resumo


Introdução: O envelhecimento é sinônimo de degradação das habilidades físicas, que compromete a aptidão física e as atividades de vida diária dos idosos. A atividade física é empregada para amenizar os efeitos deletérios desse processo. Objetivo: Comparar os efeitos da realidade virtual versus treinamento funcional-circuito em parâmetros da aptidão física de idosas. Métodos: Trata-se de um estudo de intervenção, comparativo, quantitativo, em que 15 voluntárias realizaram terapia com Xbox 360 (Kinect) (G1), e 15 treino funcional-circuito (G2). A coleta de dados foi feita por entrevista e aplicação dos testes de Timed Up and Go, de Marcha Estacionária de 2 min e Escala de Equilíbrio de Berg, no início e após um mês de intervenção. Resultados: O G1 apresentou aumento de 8,7 elevações do membro inferior (p<0,05) no teste de Marcha Estacionária. Conclusões: Não houve diferenças estatisticamente significativas no equilíbrio estático e dinâmico; porém, a conduta com exergame melhorou significativamente a capacidade funcional das idosas.

Palavras-chave


Aptidão física; Equilíbrio postural; Idoso; Terapia de exposição à realidade virtual.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v14n1.5294

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.