Efetividade da realização de alongamento dos músculos isquiotibiais aplicado por meio de orientação fisioterapêutica

Marina Angelo de Moraes, Deborah Hebling Spinoso, Marcelo Tavella Navega

Resumo


Introdução: O alongamento muscular orientado é um recurso muito utilizado na reabilitação clínica com objetivo de complementar o tratamento presencial, contribuindo para o ganho/manutenção da flexibilidade. Objetivo: Analisar a efetividade de orientação fisioterapêutica na realização de alongamento dos isquiotibiais. Métodos: Trinta e duas jovens foram distribuídas em dois grupos: Orientação (I) e Alongamento Executado pelo Fisioterapeuta (II). Inicialmente, foi avaliada a flexibilidade pelos testes sentar e alcançar e ângulo poplíteo no membro inferior dominante. O Grupo I foi instruído sobre como proceder nas sessões de autoalongamento. O Grupo II teve os alongamentos executados passivamente. Ambos realizaram duas sessões semanais durante quatro semanas, composta de três séries de 30 segundos de alongamento sustentado em cada membro inferior. Após esse período, as voluntárias foram reavaliadas. Resultados: Os dois grupos apresentaram melhora na flexibilidade em relação aos testes executados. Conclusão: A estratégia de orientar sujeitos para realização de alongamento é capaz de melhorar a flexibilidade podendo auxiliar no tratamento fisioterapêutico.

Palavras-chave


Alongamento; Orientação; Modalidade de fisioterapia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v14n2.5447

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.