A Resposta Funcional e o Efeito Antiinflamatório do Exercício Físico na Insuficiência Cardíaca

Ramiro Barcos Nunes, Pedro Dall’Ago

Resumo


A insuficiência cardíaca (IC) é uma síndrome clínica complexa que pode resultar de várias anormalidades estruturais e funcionais do coração. As principais manifestações clínicas da IC são a fadiga e a dispnéia, responsáveis pela intolerância ao exercício e pela diminuição da capacidade funcional e da qualidade de vida nesses pacientes. As alterações estruturais, funcionais e metabólicas dos sistemas músculo-esquelético, respiratório e nervoso, em conjunto com as alterações inflamatórias e o estresse oxidativo, relacionam-se à intolerância ao exercício. Experiências indicam que a prática regular de atividade física pode ser um eficiente agente terapêutico de auxílio ao tratamento da IC. Os benefícios dos programas de reabilitação cardíaca em pacientes com síndrome clínica de IC estão amplamente documentados na literatura científica internacional, cabendo destacar a melhora da capacidade para o exercício físico e para as atividades diárias, da qualidade de vida, do consumo de oxigênio, da mortalidade, da função ventricular esquerda, do estado pró-inflamatório e do estresse oxidativo.

Palavras-chave


Inflamação; Insuficiência cardíaca; Reabilitação cardiopulmonar.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v7i1.735

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2008 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.