Efeitos da fisioterapia respiratória na síndrome de Kartagener: estudo de caso

Anderson Ricardo Sedenho, Fernanda Negrini, Raquel Agnelli Mesquita Ferrari, Luciana Maria Malosá Sampaio

Resumo


A Síndrome de Kartagener é uma doença autossômica recessiva rara, que se caracteriza por sinusite paranasal crônica, bronquiectasia e situs inversus com dextrocardia. Neste trabalho, o objetivo é analisar a permeabilidade das vias aéreas após manobras fisioterápicas manuais, em razão de alguns pacientes apresentarem discinesia mucociliar. Para isso, observou-se uma paciente portadora dessa síndrome, encaminhada à Clínica de Fisioterapia da Uniara e submetida a uma avaliação e a uma reavaliação, contendo manovacuometria e Peak Flow. Foram realizadas 18 sessões de tratamento fisioterápico, duas vezes por semana. As manobras utilizadas para tornar mais permeáveis as vias aéreas foram ELTGOL e AFE. A paciente foi monitorada durante todas as sessões com oxímetro de pulso. Verificou-se que ela apresentou melhora clínica, mostrando que a fisioterapia respiratória foi eficaz na desobstrução pulmonar. Concluiu-se que pacientes com essa patologia têm necessidade de realizar esse tipo de tratamento.

Palavras-chave


Fisioterapia respiratória; Síndrome de Kartagener.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v7i2.745

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2008 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.