Satisfação profissional e perfil de egressos em fisioterapia

Danielle Chagas Pereira da Silva, Carlos Roberto Grazziano, Andréa Corrêa Carrascosa

Resumo


Introdução: A percepção dos egressos sobre sua situação e satisfação profissional é fundamental para identificar a relação entre a formação profissional e as exi - gências do mercado de trabalho. Objetivo: Caracterizar o perfil de egressos em fisioterapia e analisar fatores associados com satisfação e formação profissional. Métodos: Foram convidados egressos formados entre 2001 e 2013. Utilizou-se questionário online com questões sobre caracterização do egresso, aprimora - mento profissional, mercado de trabalho e satisfação profissional. Resultados: Participaram 149 egressos, 50,5% solteiros e 75,8% mulheres. A qualificação pro - fissional foi verificada em 82,6%. Ingressaram no mercado de trabalho em menos de 1 ano 69,8%. Atuavam com fisioterapia 85,9%. A principal área de atuação foi traumatologia e ortopedia (58,4%). Satisfação profissional foi relatada por 71,8% e satisfação econômica por 17,4%. Conclusão: A maioria dos egressos atuava em fisioterapia e buscou qualificação profissional. Grande parte dos participantes encontrava-se satisfeita profissionalmente, mas insatisfeita economicamente.

Palavras-chave


Fisioterapia; Satisfação no trabalho; Percepção.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v17n1.7694

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.