Determinação dos valores cefalométricos em amazonenses com oclusão dentária normal – parte 2

Wilson Maia Oliveira Junior, Eudes Francisco da Silva Cunha, Fabricio Rebelo Passos

Resumo


Em uma amostra de jovens brasileiros, amazonenses, filhos e netos de amazonenses, portadores de oclusão normal, determinaram-se os valores médios cefalométricos, preconizados na Análise de Ricketts, por meio de telerradiografias em norma lateral. Fizeram parte dessa amostra 30 jovens, sendo 15 do sexo feminino, e 15, do masculino, com idade média de 21,6 anos, sem tratamento ortodôntico prévio, todos com oclusão normal, com exceção dos terceiros molares e perfil harmônico. Depois de o estudo ter determinado os valores médios de normalidade para as grandezas cefalométricas de Ricketts e não haver encontrado dimorfismo sexual, o resultado da investigação evidenciou a necessidade de um padrão específico cefalométrico a ser utilizado em amazonenses brasileiros.

Palavras-chave


Amazonenses; Análise cefalométrica; Oclusão normal.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v8i2.1594

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2009 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.