A tuberculose no Estado da Paraíba/Brasil: a operacionalidade do tratamento supervisionado no controle da tuberculose

Nilton Soares Formiga, Dinalva Soares Lima

Resumo


No período de 1999 a 2004, seis municípios prioritários do Estado da Paraíba (Brasil) foram incluídos no Programa Nacional de Controle da Tuberculose (PNCT), sendo introduzida a Estratégia do Tratamento Diretamente Observado (DOTS) para o controle da tuberculose. O objetivo deste estudo foi analisar as taxas de cura, abandono e mortes nesses municípios. A amostra foi composta por 1.943 casos de pacientes com baciloscopia positiva, de ambos os sexos, com idade superior a 15 anos e tratados com DOTS, no período mencionado. Os dados analisados por meio de estatística descritiva revelam que as pessoas doentes foram curadas e houve menos mortes e abandono do tratamento. O índice de cura foi acima de 90% em todos os anos. Esses resultados mostram a eficiência do DOTS no controle da tuberculose, concordando com outros estudos efetuados no mesmo período que apresentaram indicadores bem melhores do que os do tratamento autoadministrado (TAA).

Palavras-chave


Atenção primária a saúde; Epidemiologia; Tuberculose.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v8i2.1653

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2009 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.