Retenção prolongada de segundos molares decíduos inferiores: relato de caso

Fernanda Nahás Pires Corrêa, Henrique Castilhos Ruschel, Jenny Abanto, Maria Salete Nahás Pires Corrêa

Resumo


A erupção dentária depende de um equilíbrio fisiológico, sendo assim, um atraso ou uma erupção precoce podem indicar alguma alteração nesse processo. Diferentes são os fatores que alteram a cronologia normal de erupção, podendo ser estes de ordem local, sistêmicos ou relativos ao meio ambiente. OBJETIVOS: Neste artigo, apresenta-se o caso de uma paciente, de 11 anos de idade, com retenção prolongada de segundos molares decíduos inferiores e consequente erupção retardada dos sucessores permanentes. MÉTODO: Serão discutidos os aspectos mais relevantes desta alteração, enfatizando seu tratamento, possíveis fatores etiológicos, bem como sua resolução clínica. RESULTADOS: A abordagem do caso envolveu a exodontia dos segundos molares decíduos e teve como proposta uma melhor condução clínica, considerando-se o planejamento ortodôntico prévio. CONCLUSÃO: O correto diagnóstico, por meio da anamnese, exame clínico e radiográfico devem ser realizados, assim como também medidas para impedir a erupção retardada e a impactação dos dentes permanentes sucessores.

Palavras-chave


Complicações; Erupção dentária; Esfoliação de dente.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v9i1.1956

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2010 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.