Conto literário Venha ver o pôr-do-sol: uma análise psicanalítica

André Oliveira Silva, Alcimar Miguel Soares, Carlos L. M Holanda, Lygia Vampré Humberg

Resumo


Objetivo: O objetivo neste trabalho foi realizar uma breve articulação entre o papel do personagem Ricardo, do conto literário Venha ver o pôr-do-sol, de Lygia Fagundes Teles, à luz da teoria psicanalítica, buscando compreender como alguém que parece tanto amar seu companheiro ou companheira acaba matando ou machucando esse outro. Método: No âmbito da psicanálise, mencionamos autores, como Freud, Winnicott e Melanie Klein e utilizamos os conceitos de narcisismo, falso self, mãe suficientemente boa, posição esquizoparanoide, posição depressiva, identificação projetiva, e inveja. Resultados: Apresentamos a sinopse do conto, avançando posteriormente a discussão, objetivando compreender um pouco mais sobre esse fenômeno. Conclusão: A pesquisa revelou que o ataque ou mesmo a destruição do objeto amado pode ser compreendido como uma falha ou um trauma experimentado pelo sujeito na tenra infância; pressupõe ainda a tentativa desesperada do sujeito em livrar-se da presença desse outro que lhe causa grande sofrimento e que é sentida como persecutória.

Palavras-chave


Amor; Dependência; Narcisismo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v9i2.1989

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2010 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.