Principais complicações clínicas odontológicas pós-operatórias da cirurgia de terceiro molar incluso/impactado

Márcio Martins, Marco Antonio Pazos Y Garcia, Moisés Veloso Fernandes, Ellen Maria Francisco Reis, Rafael Roberto Vilela, Teni Silveira Azevedo, João Eugênio Pires Neto, William Kurihara

Resumo


Introdução: A impactação dentária é uma condição em que a erupção completa de um dente é interrompida em razão de seu contato com outro(s) dente(s). A falta de espaço disponível na região bucal ocorre devido ao menor crescimento ósseo da caixa craniana em detrimento dos maxilares, apresentando, em 33% dos casos, terceiros molares impactados. A sintomatologia dolorosa precoce e sinais, tais como febre, anorexia, trismo e mastigação dificultada podem caracterizar a presença de uma pericoronarite local, sendo a remoção cirúrgica do terceiro molar frequentemente indicada. As complicações pós-operatórias também podem ocorrer e limitar o prognóstico clínico deste procedimento. Objetivo/Método: Neste estudo retrospectivo, analisou-se a incidência destas intercorrências em prontuários de pacientes na Clínica de Odontologia, da Unicastelo, em 2008. Resultados: A análise descritiva dos dados revelou complicações em 75% dos indivíduos, com predomínio da dor pós-operatória em 77,2% (n=24). Conclusão: Esses resultados mostram à importância de considerar a dor, após exodontia, frente às intervenções terapêuticas adotadas.

Palavras-chave


Cirurgia bucal; Complicações pós-operatórias; Dente serotino.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v9i2.2056

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2010 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.