Avaliação da modulação autonômica em indivíduos com síndrome de Down na equoterapia

Domingos Emanuel Bevilacqua Junior, Laís Lorena de Melo Lopes, Marilita Falangola Accioly, Mariane Fernandes Ribeiro, Alex Abadio Ferreira, Vicente de Paula Antunes Teixeira, Ana Paula Espindula

Resumo


Introdução: A equoterapia é uma modalidade terapêutica que atende em grande parte os indivíduos com síndrome de Down, por apresentarem alterações motoras, cognitivas e sócio-afetivas. Sabe-se que as alterações na frequência cardíaca são moduladas pelo Sistema Nervoso Autônomo, entretanto, na literatura não há descrições sobre a Variabilidade de Frequência Cardíaca nestes praticantes, sobretudo na atividade relacionada à equoterapia. Objetivos: Avaliar a Variabilidade da Frequência Cardíaca de pacientes com Síndrome de Down antes, durante e após sessões de equoterapia. Métodos: Foram recrutadas 6 crianças com Síndrome de Down, idade média 12 ± 1,6 anos. A Frequência Cardíaca foi avaliada com um cardiofrequencímetro - Polar (RS800CX), antes, durante e após 5 sessões semanais. Resultados: Houve tendência a diminuição da atividade parassimpática no repouso inicial entre primeira e quinta sessão; e diminuição significativa da atividade parassimpática observada pelo índice pNN50 ao comparar a Frequência Cardíaca durante a primeira e quinta sessões. Conclusão: O tratamento equoterapêutico apresentou uma tendência à diminuição da Variabilidade da Frequência Cardíaca nas crianças estudadas.

Palavras-chave


Terapia Assistida por Cavalos; Síndrome de Down; Frequência Cardíaca; Sistema Nervoso Autônomo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v15n3.6360

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.