A competência e os aspectos ético-políticos no curso de enfermagem: a partir do olhar de docentes enfermeiros

Sonia Aparecida dos Santos, Elizabeth Adorno Araujo

Resumo


Neste artigo, contemplam-se resultados de investigação que possibilitam conhecer como os docentes-enfermeiros da graduação em enfermagem identificam e operacionalizam suas ações tendo em vista o desenvolvimento das competências que abrangem os aspectos ético-políticos na formação do profissional. Optou-se por uma abordagem qualitativa para tratamento, análise e interpretação dos dados, utilizando-se um questionário como instrumento de coleta dos dados. A pesquisa se desenvolveu em quatro Instituições de Ensino Superior (IESs), do interior do Estado de São Paulo. Como pressuposto, considerou-se a importância de competência com dupla significação: técnica e política, sendo a ética a mediadora entre as duas. Várias constatações foram reveladas neste estudo, o desenvolvimento da técnica e sua lacuna em relação à postura política na formação do enfermeiro.

Palavras-chave


Competência; Docência em enfermagem; Universidade; Valores ético-políticos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v7i1.708

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2008 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.