A eficácia da estimulação cortical no desenvolvimento perceptivo motor de adolescentes com síndrome de Down

Alisson Padilha de Lima, Fabricio Bruno Cardoso

Resumo


Objetivo: Avaliar a eficácia da estimulação cortical no desenvolvimento perceptivomotor de adolescentes com Síndrome de Down (SD). Métodos: Realizou-se umestudo experimental, com 36 adolescentes com idade compreendida entre 13 a 17anos de idade, estudantes da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais, divididosem grupo controle (GA) e grupo experimental (GB). Foram avaliados peloteste de processamento mental e como procedimento de intervenção utilizou-se oprograma de estimulação cortical que foi realizado através de estímulos auditivospor vias de batidas. Resultados: Obteve-se para GBXGA um valor significativoentre os blocos F= 21.08 um p <0.01, portanto o melhor desempenho dos participantesdo GB, não foi ao acaso, pois para dirimir qualquer dúvida aplicou-se oteste de Turkey, que revelou para uma variância Q= 0.08 um p<0.01. Conclusão:Dessa forma a presente pesquisa constatou a eficácia que a estimulação corticalproporcionou na melhora significativa no desenvolvimento perceptivo motor dosadolescentes com SD.

Palavras-chave


Atividade Motora; Estimulação Auditiva; Trissomia do Cromossomo 21.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v16n3.7362

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.