Respostas metabólicas e inflamatórias após infusão de insulina para a avaliação endotelial venosa

Maicom Borges Moraes, Ozeia Simões Franco, André de Oliveira Teixeira, Ana Paula Cardoso Pereira, Jeferson Mendes Cruz, Sheynara Emi Ito Mazza, Felipe da Silva Paulitsch, Luís Ulisses Signori

Resumo


Objetivo: Avaliar as alterações no perfil lipídico, na glicose, na insulina e nos marcadores inflamatórios após infusão endovenosa de doses de insulina usadas para a avaliação da função endotelial. Método: A amostra foi composta por 13 voluntários saudáveis, com idade de 25 (±4,7) anos e índice de massa corporal de 24,8 (±2,1) kg/m2. As coletas de dados foram realizadas em jejum de 12 horas (basal) e após o término da infusão do hormônio. A insulina regular (Insunorm R) foi infundida a uma taxa de 0,3 mL/min, em sete doses crescentes (entre 2,5 a 100 µU/mL, por seis minutos cada) perfazendo um total de 705 µU. Resultados: O colesterol total, triglicerídeos, HDLc, LDLc, glicose, insulina, proteína C ultrassensível e o fibrinogênio não se modificaram (p > 0,05) após a infusão endovenosa do hormônio. Conclusão: Estas doses de insulina podem ser empregadas na avaliação da vasodilatação dependente do endotélio em adultos saudáveis.

Palavras-chave


Endotélio; Glicose; Insulina; Lipídios.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v12n4.4583

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2013 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.