Atuação da fisioterapia na Síndrome do Túnel do Carpo: estudo de caso

Débora Rodrigues David, Deise A. A. Pires Oliveira, Rodrigo Franco de Oliveira

Resumo


Os Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORTs) são considerados, entre as doenças ocupacionais, um problema grave no campo da saúde do trabalhador. Esses distúrbios têm origem multifatorial, destacando os fatores psicossociais, individuais e ocupacionais. A Síndrome do Túnel do Carpo (STC) é considerada uma neuropatia periférica compressiva pertencente ao grupo dos DORTs, podendo estar relacionada a atividades ocupacionais, resultantes de compressão do nervo mediano na região do punho. Este estudo de caso visa identificar as diversas formas de aplicação da fisioterapia no tratamento da STC, arrolando os principais métodos e técnicas fisioterápicas utilizados no tratamento. Observou-se que existe uma diversidade de intervenções e tratamentos para evitar a progressão da doença, em que o fisioterapeuta pode estabelecer uma conduta adequada, de acordo com sua fase.

Palavras-chave


Fisioterapia; Reabilitação; Síndrome do Túnel do Carpo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v8i2.1657

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2009 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.