Modelo multicritério para seleção de portfólio de projetos de empresas em incubadoras de empresas

Thomas Edson Espíndola Gonçalo, Ana Alice da Silva Câmara, Maria Clara de Oliveira Gê, Breno Barros Telles do Carmo, Joana Karolyni Cabral Peixoto

Resumo


Em uma incubadora, a seleção de projetos para compor o portfólio é uma atividade de suma importância para o sucesso da incubação. Diante disso, o presente trabalho teve como objetivo propor um modelo multicritério para seleção de projetos. Para tanto, após definição dos objetivos foi realizada pesquisa bibliográfica sobre o tema. Com essa base e após realização de entrevistas, foi elaborado o modelo multicritério, que foi aplicado para o caso real de uma incubadora. O modelo é composto por duas etapas: Pré-incubação e Incubação. Na primeira etapa, foi proposto um modelo de apoio à tomada de decisão em grupo para avaliação das alternativas, utilizando o método PROMETHEE GDSS. Na etapa de incubação, foi proposto um modelo de apoio à decisão multicritério com o objetivo de selecionar um portfólio mais eficiente de projetos, utilizando o método PROMETHEE V. Como resultado da aplicação numérica, foi possível identificar os projetos em ambas as etapas, maximizando o potencial de ganhos para o processo seletivo. Assim, considerando a carência de estudos que analisem essa tomada de decisão, considerando a visão de múltiplos critérios, este artigo acrescenta à discussão. Para a prática, com a aplicação do modelo, é possível justificar a tomada de decisão, minimizando o potencial de conflito em seleção de projetos em incubadoras. Para a sociedade, tem-se um maior potencial de retorno positivo da atuação das incubadoras de empresas.


Palavras-chave


Incubadoras; Métodos multicritério de apoio à decisão; PROMETHE GDSS; PROMETHEE V.

Texto completo:

PDF

Referências


Almeida, A. T. de. (2011). O conhecimento e o uso de métodos multicritério de apoio à decisão. Recife: Editora Universitária UFPE.

Almeida, A. T. de. (2013). Processo de Decisão nas Organizações: construindo modelos de decisão multicritério. São Paulo: Atlas.

Almeida, A. T. de, & Costa, A. P. C. S. (2202). Modelo de decisão multicritério para priorização de sistemas de informação com base no método PROMETHEE. Gestão & Produção, 9(2), 201-214. https://doi.org/10.1590/S0104-530X2002000200007

Almeida, J. A. de, Almeida, A. T. de, & Costa, A. P. C. S. (2014). Portfolio selection of information systems projects using Promethee V With C-Optimal concept. Pesquisa Operacional, 34(2), 275-299. https://doi.org/10.1590/0101-7438.2014.034.02.0275

Andrade, C. C., Pasin, L. E. V., Ottoboni, C., & Mineiro, A. A. C. (2016). Análise do capital institucional na incubadora de empresas de base tecnológica: um estudo de caso no município de Itajubá – MG. Revista de Administração, Contabilidade e Economia da Fundace, 7(1), 58-70. http://dx.doi.org/10.13059/racef.v7i1.218

Araujo, C., & Boas, G. (2013). Políticas públicas e incubação de empresas: o caso do estado de São Paulo. Revista Ciências Administrativas, 19(2), 507-535. http://dx.doi.org/10.5020/2318-0722.2013.v19n2p507

Associação nacional de entidades promotoras de empreendimentos inovadores - ANPROTEC. (2019). Mapeamento dos mecanismos de geração de Empreendimentos Inovadores no Brasil. Brasília: Anprotec, 2019. 225p. ISBN: 978-85-37196-47-7.

Barros, R. & Sobral, M. F. (2015). Aplicação da metodologia multicritério na seleção de projetos em uma incubadora de empresas de Pernambuco. Revista de Administração e Inovação, 12(2), 180-199. https://doi.org/10.11606/rai.v12i2.100338

Belton, V., & Stewart, T. J. (2002). Multiple Criteria Decision Analysis: an integrated approach. Massachusetts: Kluwer Academic Publishers.

Brans, J. P., & Mareschal, B. (1002). PROMETHEE V: MCDM problems with segmentation constraints. INFOR: Information Systems and Operational Research, 30(2), 85-96. https://doi.org/10.1080/03155986.1992.11732186

Brans, J. P., & Vincke, P. A. (1985). Preference Ranking Organisation Method. Management Science, 31(6), 647-656. https://doi.org/10.1287/mnsc.31.6.647

Carvalho, M. M. de, Lopes, P. V. B. V. L, & Marzagão, D. S. L. (2013). Gestão de portfólio de projetos: contribuições e tendências da literatura. Gestão & Produção, 20(2), 433-453.2013. https://www.scielo.br/j/gp/a/FfQns4WgD9MLkJXJjDt5pgh/?format=pdf〈=pt

Coenen, L., & López, F. J. D. (2010). Comparing systems approaches to innovation and technological change for sustainable and competitive economies: An explorative study into conceptual commonalities, differences and complementarities. Journal of Cleaner Production, 18(12), 1149-1160. https://doi.org/10.1016/j.jclepro.2010.04.003

Cooper, R., Edgett, S., & Kleinschmidt, E. (2001). Portfolio management for new product development: results of an industry practices study. R And D Management, 31(4), 361-380. https://doi.org/10.1111/1467-9310.00225

De Souza, L. P., Gomes, C. F., & De Barros, A. P. (2018). Implementação do novo método híbrido AHP-TOPSIS-2N na classificação e priorização de um portfólio de projetos de IT CAPEX. International Journal of Information Technology & Decision Making. 17 (4), 977–1005. https://doi.org/10.1142/S0219622018500207

Dornelas, J. C. A. (2001). Empreendedorismo: transformando ideias em negócios. Rio de Janeiro: Elsevier.

Global Entrepreneurship Monitor. (2017). Empreendedorismo no Brasil (Relatório Executivo. Brasilia, DF, Brasil. https://ibqp.org.br/wp-content/uploads/2017/07/GEM_2014_Relatorio_Executivo_Brasil.pdf

Gomes, L. F. A. M., & Gomes, C. F. S. (2019). Princípios e Métodos para Tomada de Decisão - Enfoque Multicritério. São Paulo: Atlas.

Gomes, L. F. A. M, Moreno Jr., V. de A., Woitowicz, B. B. C., & Lucas, S. M. F. (2011). Uma Abordagem Multicritério para a Seleção de Ferramentas de Business Intelligence. Revista Eletrônica de Sistemas de Informação, 10(2), 1-30. https://doi.org/10.21529/RESI.2011.1002008

Goodwin, P., & Wright, G. (2004). Decision analysis for management judgment. Chichester: John Willey.

Hackett, S. M., & Dilts, D. M. (2004). A systematic review of business incubation research. Journal of Technology Transfer, 29(1), 55-82. https://doi.org/10.1023/B:JOTT.0000011181.11952.0f

Heidenberger, K., & Stummer, C. (1999). Research and development project selection and resource allocation: a review of quantitative modelling approaches. International Journal of Management Reviews, 1(2), 197-224. https://doi.org/10.1111/1468-2370.00012

Iacono, A., & Nagano, M. S. (2014). Gestão da inovação em empresas nascentes de base tecnológica: evidências em uma incubadora de empresas no Brasil. Interciência, 39(45), 296-306.https://www.interciencia.net/wp-content/uploads/2017/11/296-IACONO-11.pdf

Kendall, G. I., & Rollins, S. C. (2003). Advanced project portfolio management and the PMO: multiplying ROI at warp speed. New York: J. Ross Publishing, 440 p.

Kerzner, H. (2005). Using the Project Management Maturity Model – Strategy Planning for Project Management. New York: John Wiley & Sons.

Lesáková, L. (2012). The role of business incubators in supporting the SME start-up. Acta Polytechnica, 9(3), 85-95. https://www.epa.hu/02400/02461/00035/pdf/EPA02461_acta_polytechnica_hungarica_2012_03_085-095.pdf

Lima, M. V. A., Lima, C. R. M., Lima, M. A., & Pereira, M. F. (2012). Apoio Multicritério na Gestão da Estrutura de Capital de Pequenas e Médias Empresas. Revista Gestão & Tecnologia, 12(3), 146-173. https://doi.org/10.20397/2177-6652/2012.v12i3.470

Lingfang, L., & Hongli, L. (2010). Modeling and Measuring Intellectual Capital of Business, Incubator. Proceedings. Anais da International Conference on Information Management, Innovation Management and Industrial Engineering. Kunming: IEEE, 79-82. https://doi.org/10.1109/ICIII.2010.497

López, H. M. L., & Almeida, A. T. de. (2014). Utilizando PROMETHEE V para seleção de portfólio de projetos de uma empresa de energia elétrica. Production, 24(3), 559-571. https://doi.org/10.1590/S0103-65132013005000045

Lumpkin, J. R., & Ireland, R. D. (1988). Screening practices of new business incubators: the evaluation of critical success factors. American Journal of Small Business, 12(4), 59-81. https://doi.org/10.1177/104225878801200404

Macharis, C., Brans, J., & Mareschal, B. (1998). The GDSS PROMETHEE Procedure, Journal of Decision Systems, 7, 283-307.

Mas-Verdú, F., Ribeiro-Soriano, D., & Roig-Tierno, N. (2015). Firm survival: The role of incubators and business characteristics. Journal of Business Research, 68(4), 793-796. https://doi.org/10.1016/j.jbusres.2014.11.030

Meskendahl, S. (2010). The influence of business strategy on project portfolio management and its success - A conceptual framework. International Journal of Project Management, 28(8), 807-817. https://doi.org/10.1016/j.ijproman.2010.06.007

Morais, D. C., & Almeida, A. T. de. (2007). Group decision-making for leakage management strategy of water network. Resources, Conservation and Recycling, 52(2), 441-459. https://doi.org/10.1016/j.resconrec.2007.06.008.

Oliveira, A., Gomes, C. F., Barros, M., Barcelos, M., & Dos Santos, M. (2017). Incubadoras de empresas e indicadores de desempenho: uma análise quantitativa da produção científica dos artigos indexados na base scopus. Anais do XXIV Simpósio de Engenharia de Produção - SIMPEP, 2017, Bauru, São Paulo, Brasil. https://doi.org/10.13140/RG.2.2.12812.82561

Ortigara, A. A, Grapeggia, M., Juliatto, D. L., Lezana, A. G. R., & Bastos, R. C. (2011). Analysis by clustering factor performance business incubators. Review of Administration and Innovation, 8(1), 64-91. https://doi.org/10.5773/rai.v8i1.390

Project Management Institute. (2013). Um guia do conjunto de conhecimentos em gerenciamento de projetos. 5. ed. Pennsylvania: Autores. https://pt.slideshare.net/JandiraQuerino/pmbok-5a-edio-58302433

Ribeiro, A. M. S., Barros, L. B. L., & Rocha, R. A. (2017). Processo de seleção das incubadoras de base tecnológica de universidade públicas brasileiras: uma análise a partir dos editais. Anais do XVII Colóquio Internacional de Gestão Universitária, 2017, Mar del Plata, Argentina. https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/181179

Roy, B. (1996). Multicriteria Methodology for decision Aiding. Netherlands: Kluwer Academic Publishers.

Roy, B., & Slowinski, R. (2013). Questions guiding the choice of a multicriteria decision-aiding method. EURO Journal on Decision Process, 1, 69-97. https://doi.org/10.1007/s40070-013-0004-7

Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. (2016). Sobrevivência das Empresas no Brasil. Brasília: Autores. https://www.sebrae.com.br/Sebrae/Portal%20Sebrae/Anexos/sobrevivencia-das-empresas-no-brasil-102016.pdf

Silva, V. B. S., Morais, D. C., & Almeida, A. T. (2010). A multicriteria group decision model to support watershed committees in Brazil. Water Resource Management, [s. l.], v. 24, p. 4075- 4091, 2010. https://doi.org/10.1007/s11269-010-9648-2.

Souza, E. R. (2017). Uma análise das metodologias de gerenciamento de projetos em incubadoras de base tecnológica e parques tecnológicos no estado de São Paulo: um estudo de casos múltiplos. Dissertação de mestrado, Universidade Nove de Julho, São Paulo, SP Brasil. Disponível: http://repositorio.uninove.br/xmlui/bitstream/handle/123456789/1275/Edson%20Rezende%20de%20Souza%20.pdf?sequence=1

Storopoli, J. E., Pereira, M. B., & Maccari, E. A. (2013). Incubadoras de empresas e o desenvolvimento de capacidades em empresas incubadas. Revista de Ciências da Administração, 15(35), 36-51. https://doi.org/10.5007/2175-8077.2013v15n35p36

Vedovello, C., & Figueiredo, P. N. (2005). Incubadora de inovação: que nova espécie é essa?. RAE-eletrônica, 4(1), 01-02, 2005. http://dx.doi.org/10.1590/S1676-56482005000100006

Vetschera, R., & Almeida, A. T. (2012). A PROMETHEE-based approach to portfolio selection problems. Computers & Operations Research, 39(5), 1010-1020. https://doi.org/10.1016/j.cor.2011.06.019

Vincke, P. (1992). Multicriteria decision aid. Colchester: John Wiley and Sons.

Wonglimpiyarat, J. (2016). The innovation incubator, university business incubator and technology transfer strategy: The case of Thailand. Technology in Society, 46, 18-27. https://doi.org/10.1016/j.techsoc.2016.04.002

Wulung, R., Takahashi, K. & Morikawa, K. (2014). An interactive multi-objective incubatee selection model incorporating incubator manager orientation. Operational Research, 14(3), 409-438. https://doi.org/10.1007/s12351-014-0148-7




DOI: https://doi.org/10.5585/exactaep.2021.17515

Direitos autorais 2021 Exacta

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Tempo médio entre a submissão e primeira resposta de avaliação: 120 dias

Exacta – Engenharia de Produção

e-ISSN: 1983-9308
ISSN: 1678-5428
www.revistaexacta.org.br

Exacta  ©2022 Todos os direitos reservados.

Este obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional