Contribuições para a configuração de um sistema de medição de desempenho para incubadoras de empresas baseado no BSC

José Antonio Arantes Salles, Luiz Orlando Iozzi

Resumo


Incubadoras de empresas têm por finalidade propiciar uma forma mais eficiente e eficaz de sobreviver no mundo atual dos negócios. Em ambiente de negócios turbulento e dinâmico, as incubadoras devem ter reações rápidas, direcionando suas ações de forma a manter-se coerente com os seus objetivos estratégicos. Este artigo sugere a utilização de uma adaptação do Balanced Scorecard - BSC como ferramenta de medição e avaliação de desempenho das incubadoras, uma vez que tal ferramenta baseia-se na utilização de um conjunto de indicadores de desempenho, organizados e articulados logicamente, de forma a compatibilizar medidas que retratem a performance passada com o desempenho futuro, para atender a missão e os objetivos de longo prazo das incubadoras. A partir dessa conceituação é realizado um diagnóstico da gestão de incubadoras localizadas no estado de São Paulo, para o qual foram utilizados questionários e realizadas visitas. Considerando-se os questionários respondidos, notou-se que em maior ou menor número, existem indicadores que procuram dar sustentação ao processo de gestão dessas incubadoras, de acordo com as perspectivas do BSC. Porém, ficou evidenciado que em nenhum caso tais indicadores estão atrelados a um real e efetivo sistema de medição e avaliação de desempenho.

Palavras-chave


BSC. Incubadoras de empresas. Sistemas de medição de desempenho.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/exacta.v8i2.1994

Direitos autorais



Tempo médio entre a submissão e primeira resposta de avaliação: 120 dias

Exacta – Engenharia de Produção

e-ISSN: 1983-9308
ISSN: 1678-5428
www.revistaexacta.org.br

Exacta  ©2022 Todos os direitos reservados.

Este obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional