Estudo do processo de tanques isotérmicos rodoviários cilíndricos visando ações de melhorias através do Lean Manufacturing e mapa do fluxo de valor

Vanessa Andréia Schneider, Patrícia Stefan de Carvalho, Loana Wollmann Taborda

Resumo


Devido à necessidade das empresas manterem-se competitivas, estudos de melhorias devem ser realizados constantemente nas indústrias, tendo a finalidade de minimizar despesas, desperdícios e maximizar lucros. O trabalho teve como objetivo analisar e estudar de maneira detalhada o processo de produção de tanques isotérmicos rodoviários, através do mapeamento de processos e mapa de fluxo de valor, visando propor ações de melhorias, seguindo os preceitos do lean manufacturing. Neste estudo de caso, através da pesquisa descritiva realizou-se a observação, análise e interpretação dos processos da linha de produção. Quanto às técnicas, foi utilizada a pesquisa documental e observação. Foi realizado o mapeamento de processos do produto em questão, estudando detalhadamente as peculiaridades da linha de produção. Posteriormente, desenvolveu-se o mapa do fluxo de valor presente, observando o fluxo de materiais e informações da cadeia produtiva. Um mapa do fluxo de valor futuro foi proposto, contribuindo com a empresa laboratório do estudo.


Palavras-chave


Processo de Produção; Mapeamento do Processo; Mapeamento do Fluxo de Valor; Lean Manufacturing.

Texto completo:

PDF

Referências


Alhuraish, I., Robledo, C., & Kobi, A. (2017). A comparative exploration of lean manufacturing and six sigma in terms of their critical success factors. Journal of Cleaner Production, 164, 325-337. https://doi.org/10.1016/j.jclepro.2017.06.146

Atieh, A. M., Kaylani, H., Almuhtady, A. & Tamini, O. A. (2016). A value stream mapping and simulation hybrid approach: application to glass industry. The International Journal of Advanced Manufacturing Technology, 84(5-8), 1573-1586. https://doi.org/10.1007/s00170-015-7805-8

Bartz, A. P. B., Weise, A. D. & Ruppenthal, J. E. (2013). Aplicação da manufatura enxuta em uma indústria de equipamentos agrícolas. Ingeniare. Revista chilena de ingeniería, 21(1) 147-158. https://doi.org/10.4067/S0718-33052013000100013

Chahal, V. & Narwal, M. S. (2017). An empirical review of lean manufacturing and their strategies. Management Science Letters, 7(7), 321-336. https://doi.org/10.5267/j.msl.2017.4.004

Condé, G. C., & Martens, M. L. Projetos lean manufacturing para geração de portfólio: uma revisão da literatura. Exacta – EP, São Paulo, v. 16, n. 1, p. 103-122, 2018. https://doi.org/10.5585/exactaep.v16n1.7128

Helleno, AL. L., Moraes, A. J. I., & Simon, A. T. (2017). Integrating sustainability indicators and Lean Manufacturing to assess manufacturing processes: Application case studies in Brazilian industry. Journal of Cleaner Production, 153, 405-416. https://doi.org/10.1016/j.jclepro.2016.12.072

Koenigsaecker, G. (2011). Liderando a Transformação Lean nas Empresas (1a ed.). Porto Alegre: Bookman.

Leite, J. V. G. A., Cotrim, S. L., Leal, G. C. L., & Galdamez, E. V. C. (2017). Melhoria de Processo Operacional Utilizando Mapa de Fluxo de Valor em Uma Indústria Metal Mecânica. Revista FSA, 14( 5), 146-170.

Nallusamy, S. (2016). Efficiency Enhancement in CNC Industry using Value Stream Mapping, Work Standardization and Line Balancing. International Journal of Performability Engineering, 12(5), 413-422.

Oliveira, R. B. M., Corrêa, R. A. & Nunes, L. E. N. P. (2013). Uso da simulação computacional com o mapeamento do fluxo de valor para auxiliar na tomada de decisão. Exacta, 11(1), 47-57.

Prates, C. C. & Bandeira, D. L. (2011). Aumento de eficiência por meio do mapeamento do fluxo de produção e aplicação do Índice de Rendimento Operacional Global no processo produtivo de uma empresa de componentes eletrônicos. Gestão & Produção, 18(4), 705-718. https://doi.org/10.1590/S0104-530X2011000400003

Rother, M., & Shook, J. (2012). Aprendendo a Enxergar: Mapeando o Fluxo de Valor para Agregar Valor e Eliminar o Desperdício. São Paulo: Lean Institute Brasil.

Santos, L. A., Hammes, J., Luz, A. C. G., Godoy, L. P., & Ardenghi, T. (2016). Layout celular: proposta e implantação em empresa start-up de tecnologia. Revista GEINTEC, 6(4), 3447-3460. https://doi.org/10.7198/geintec.v6i4.494

Tortorella, G. L., Vergara, L. G. L., & Ferreira, E. P. (2017). Lean manufacturing implementation: an assessment method with regards to socio-technical and ergonomics practices adoption. The International Journal of Advanced Manufacturing Technology, 89(9-12), 3407-3418.

Womack, J. P. & Jones, D. T. (2011). Enxergando o Todo: mapeando o fluxo de valor estendido. São Paulo: Lean Institute Brasil.

Zahraee, S. M. (2016), A survey on lean manufacturing implementation in a selected manufacturing industry in Iran, International Journal of Lean Six Sigma, Vol. 7 No. 2, pp. 136-148. https://doi.org/10.1108/IJLSS-03-2015-0010.




DOI: https://doi.org/10.5585/exactaep.v19n1.8940

Direitos autorais 2021 Exacta

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Tempo médio entre a submissão e primeira resposta de avaliação: 120 dias

Exacta – Engenharia de Produção

e-ISSN: 1983-9308
ISSN: 1678-5428
www.revistaexacta.org.br

Exacta  ©2021 Todos os direitos reservados.

Este obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional