Efeito de diferentes calçados no ínicio da atividade eletromiográfica dos músculos estabilizadores da patela

Lucas Pereira Lopes de Souza, Valéria Mayaly Alves de Oliveira, Laísla da Silva Paixão Batista, Ana Carolina Rodarti Pitangui, Rodrigo Cappato de Araújo, Marcos Pinotti

Resumo


Introdução: A síndrome da dor femoropatelar (SDFP) é caracterizada por uma dor difusa na região retopatelar. A SDFP tem maior prevalência em mulheres jovens e sua etiologia não é totalmente conhecida. Objetivo: O objetivo desse trabalho foi comparar a porcentagem de disparo inicial (PDI) dos músculos vasto medial oblíquo (VMO) e vasto lateral longo (VLL) de mulheres saudáveis com disfunção femoropatelar (SDFP) ao sentar e levantar de um banco, calçando sapatos de salto alto, tênis e descalças. Métodos: Vinte mulheres foram divididas em dois grupos: controle e SDFP. O início da atividade EMG dos músculos VMO e VLL foi registrada durante a realização das tarefas, executadas com diferentes calçados. Para a comparação das PDIs foi utilizado o teste Qui-quadrado com p<0,05. Resultados: Verificou-se que o uso do tênis e do salto alto proporcionaram aumento da PDI no grupo controle. No entanto, nenhuma diferença foi observada no grupo SDFP. Conclusão: Os resultados sugerem que os indivíduos com SDFP não apresentam respostas adaptativas ao uso de diferentes calçados.

Palavras-chave


Eletromiografia;Joelho; Síndrome da Dor Patelofemoral.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v9i4.2447

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2010 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.