Análise da qualidade de vida de idosos frequentadores de oficinas de informática

Michele Marinho da Silveira, Graziela Morgana Silva Tavares, Carina Zuppa, Mirna Wetters Portuguez, Irênio Gomes da Silva Filho, Geraldo Attilio De Carli, Adriano Pasqualotti, Eliane Lucia Colussi

Resumo


Objetivo: Analisar a qualidade de vida de idosos frequentadores de oficinas de informática (OINFO). Métodos: Participaram 92 indivíduos na terceira idade, divididos em dois grupos: grupo I composto por 23 frequentadores de OINFO, e grupo II constituído por 69 sujeitos, que não participavam de OINFO. Utilizaram-se como instrumentos um questionário sociodemográfico e a escala de qualidade de vida WHOQOL-Bref. Os dados foram analisados no programa SPSS® (versão 17.0). Para a análise do WHOQOL, aplicou-se o teste “t” na amostra independente, já nas variáveis sociodemográficas foi utilizado o Qui-quadrado. Resultados: Houve diferença significativa nos domínios físico (p<0,001), psicológico (p<0,019) e total (p=0,039). Conclusão: Os domínios físico e psicológico apresentaram diferenças significativas em virtude de os idosos do grupo I participarem de grupos de convivência, aumentando, assim, o convívio social e educacional, melhorando a autoestima e contribuindo para melhor qualidade de vida.

Palavras-chave


Envelhecimento; Idosos; Qualidade de vida.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v12n4.4327

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2013 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.