Nível de maturidade em gerenciamento de projetos: estudo de caso em empresa familiar de médio porte do ramo alimentício

Cassius Alexandre Geremia, Daniela Carine Schmitt, Cleunice Zanella

Resumo


A utilização de métodos e técnicas para a gestão de projetos pode aferir o nível de maturidade das empresas, aumentando a probabilidade de alcance dos resultados esperados. Avaliar o nível de maturidade de gerenciamento de projetos pode ser útil à medida que possibilita a identificação de gaps, pontos fracos, bem como pontos fortes, visando a melhoria contínua da gestão de projetos. O objetivo deste estudo é analisar o nível maturidade de gerenciamento de projetos de uma empresa familiar do ramo alimentício localizada no oeste catarinense. O estudo caracteriza-se como estudo de caso de natureza descritiva, com abordagem quantitativa. A ferramenta de análise utilizada foi o Modelo de Maturidade de Gestão de Projetos - MMGP. O instrumento foi respondido por 21 funcionários da empresa que possuem relação direta com a elaboração e execução dos projetos. Os resultados indicaram um nível de maturidade fraca, com média de 2,45, o que indica possibilidade a melhoria através de investimento em treinamentos, implantação plataforma informatizada e padronização de práticas para alcançar gradualmente níveis maiores de absorção de gerenciamento. A contribuição teórica do presente estudo ocorre em função de ser um estudo aplicado no ambiente de empresas familiares fazendo uso da ferramenta MMGP, o qual preencheu uma lacuna da literatura científica, além de seus dados servirem de base para o desenvolvimento da maturidade de projetos em outras empresas familiares.


Palavras-chave


Gerenciamento de Projetos; Nível de Maturidade; Empresa Familiar; Modelo de Maturidade de Gestão de Projetos; MMGP.

Texto completo:

PDF

Referências


Abrahão, P.V.S. & Oliveira, E.A.A.Q. (2016). Maturidade em gerenciamento de projetos: Um estudo de caso em um departamento de desenvolvimento de novos produtos. Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional, 12(5), 204-228.

Arruda, G.M., Barbosa, J.F., Oliveira, P. E. A., Silva, D.C. & Hollanda, A.C.R. (2019). Project management maturity analysis of engineering research laboratories at a federal university in the northeast region of Brazil. Brazilian Journal of Development, 5(11), 2726-27247.

Brown, C.J. (2008). A comprehensive organisational model for the effective management of project management. South African Journal of Business Management, 39(3), 1-10.

Campos, M.C., Dantas, A.B., Silva, L.S.V.C.V. & Milito, C.M. (2020). Avaliação de Maturidade em Gestão de Projetos na Universidade Federal de Alagoas utilizando o Método Prado-MMGP. Revista de Gestão & Projetos, 11(1), 1-16.

Cardoso, D.R., Ziviani, F. & Duarte, L.O.B. (2017). Gerenciamento de Projetos: Uma Análise da Maturidade do Setor de Mineração. Revista de Gestão e Projetos, 8(1), 01-15.

Costa, S.R. & Ramos, A.F.B. (2013). Modelo de Maturidade em gerenciamento de projeto: um estudo de caso aplicado a projetos de petróleo e energia. Sistemas & Gestão, 8(3), 234-243.

Crawford, L. (2006). Developing organizational project management capability: theory and practice. Project Management Journal, 36(3), 74-97.

Estol, K.M.F. & Ferreira, M.C. (2006). O processo sucessório e a cultura organizacional em uma empresa familiar brasileira. Revista de administração contemporânea, 10(4), 93-110.

Farias, A.S., Batista, F.A.C., Neto, L.L.S. & Monteiro, J.A.A. (2018). Análise do nível de maturidade em gerenciamento de projetos da agência de saneamento de paragominas estado do Pará. Revista Observatorio de la Economía Latinoamericana, (noviembre 2018), 1-16.

Gil, A. C. (2002). Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas.

Ireland, R.D., Hitt, M.A., & Sirmon, D.G. (2003). A model of strategic entrepreneurship: the construct and its dimensions. Journal of Management, 29(6), 963-989.

Kammerland, N., & Essen, M. V. (2017). Research: family firms are more innovative than other companies, Harvard Business Review, 1-6.

Karlsen, J.T. (2010). Project owner involvement for information and knowledge sharing in uncertainty. International Journal of Managing Projects in Business, 3(4), 642-660.

Oliveira, J.P.N. (2014). Avaliação do nível de maturidade em gerenciamento de projetos no setor de engenharia de projetos de um estaleiro de grande porte no Nordeste Brasileiro. Revista de Gestão e Projetos, 5(3), 01-13.

Patrício, R.A.H. & Neto, J.A.S.F. (2019). Maturity in project management in the public administration: the case of Fiocruz Brasília. Journal Health Npeps, 4(1), 269-281.

Paulk, M.C., Weber, C.V., Curtis, B. & Chrissis, M.B. (1995). The capability Maturity

Model: Guidelines for improving the Software Process. Pittsburgh: Addison-Wesley.

Pires, K.L.S. (2014) A influência da gestão de portfólio na alocação de recursos em uma organização pública de TI. 2014. Dissertação de Mestrado, Universidade Fumec, Belo Horizonte, MG, Brasil.

PMI, Project Management Institute. (2017). A guide to the Project Management Body of Knowledge (PMBOK® Guide). 6° ed. Project Management Institute.

Prado, D. (2010). Maturidade em Gerenciamento de Projetos. Nova Lima: INDG.

Prado, D., & Archibald, R. (2013). Relatório Geral 2012 - Versão Resumida. Publicado em: http://www.maturityresearch.com/novosite/2012/download/PesquisaMaturidade-2012_RelatorioGeral_V3.pdf

Rabechini, R., & Pêssoa, M.S.P. (2005). Um modelo estruturado de competências em gerenciamento de projetos. Revista Produção, 15(1), 34-43.

Sá Freire, P., Pereira S.A., Keiko N.M., & Spanhol, F.J. (2010). Processo de sucessão em empresa familiar: gestão do conhecimento contornando resistências às mudanças organizacionais. Journal of Information Systems and Technology Management, 7(3), 713-735.

Santos, D.F., Schramm, F. & Schramm, V.B. (2019). Análise da maturidade em gestão de projetos de uma empresa da construção civil utilizando a metodologia MMGP. Interfaces Científicas-Exatas e Tecnológicas, 3(3), 49-64.

Scotelano, L.S., Conceição, R.D.P., Leonídio, U.C. & Jesus, C.S. (2017). Project management maturity model: the case in an automotive industry in Brazil. Brazilian Journal of Operations & Production Management, 14(4), 500-507.

Sgura, R.V., Araujo, F.O. & Lopes, R.O.A. (2015). Avaliação de Grau de Maturidade em Gerenciamento de Projetos em Empresa Fabricante de Cabos Submarinos para Poços de Exploração de Petróleo. Revista IPTEC, 3(1), 51-73.

Silva, A.S., & Feitosa, M.G.G. (2012). Maturidade no Gerenciamento de Projetos: um estudo das práticas existentes nos órgãos do Governo de Pernambuco. Revista de Gestão e Projetos-GeP, 3(2), 207-234.

Silva, J.L.G., Monteiro, R.C.R.V. & Júnior, R.T.T. (2018). Maturidade em gerenciamento de projetos universitários de pesquisa e extensão. Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional, 14(5), 160-173.

Srivannaboon, S. (2009). Achieving competitive advantage through the use of project management under the plan-do-check-act concept. Journal of General Management. 34(3), 1-20.

Vinagre, L.M., Silva, S.W., Portugal, P.S., Souza, R.S., Gonçalves, J.E. & Pereira, W.F. (2017). O processo sucessório em uma empresa familiar: um estudo de caso em um supermercado de Varginha-MG. Revista da Universidade Vale do Rio Verde, 15(1), 689-700.

YIN, R. K. (2005). Estudo de Caso: Planejamento e Métodos, 5° ed., Porto Alegre, Bookman.




DOI: https://doi.org/10.5585/gep.v11i2.16911

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista de Gestao e Projetos (GeP)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

GeP – Revista Gestão e Projetos
ISSN da versão eletronica: 2236-0972
www.revistagep.org