Tópicos mais Abordados sobre a Inovação em Saúde: Uma Revisão Bibliométrica na Base de Dados Science Direct

Isabel Barros Rasia, Pelayo Munhoz Olea, Gustavo Rosa Borges, Cristine Hermann Nodari

Resumo


Este trabalho buscou compreender as formas de inovação em saúde adotadas em uma revisão bibliográfica delimitada em dez anos. Selecionou-se na base de dados Science Diretct, periódicos A1, A2, B1 e B2, analisados qualitativamente,com base na metodologia proposta por Bardin (2009). Os resultados mostraram que investimentos são necessários para fomentar a inovação em saúde, no entanto, não garante sua efetividade. Para inovar é preciso treinar o pessoal, liderança, proatividade e comunicação. Conclui-se que é preciso apoio do governo, incentivos financeiros e fiscais, suprimento de recursos humanos e materiais, informação, aporte de conhecimento, autonomia de gestão, capacitação permanente e busca por novas formas de inovar.

Palavras-chave


Inovação em Saúde; Inovação em Cuidados Primários; Inovação; Saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/rgss.v3i2.112

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista de Gestão em Sistemas de Saúde – RGSS

Revista de Gestão em Sistemas de Saúde (RGSS)
e-ISSN: 2316-3712
www.revistargss.org.br

Esta obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional