DIAGNÓSTICO AMBIENTAL EM UMA EMPRESA DE LATICÍNIOS BASEADO EM INDICADORES AMBIENTAIS

Camila Fritzen Cidón, Vanessa Theis, Dusan Schreiber

Resumo


A indústria de laticínios é reconhecida pelo alto consumo de água e geração de resíduos sólidos, líquidos e emissões atmosféricas. A forma mais racional e efetiva de realizar o controle ambiental é minimizar a emissão de resíduos através do aprimoramento dos processos de gestão, capazes de reduzir os impactos ambientais. Neste estudo de caso único, de abordagem qualitativa, faz-se o diagnóstico ambiental de uma micro indústria de laticínios do estado do Rio Grande do Sul. Ao analisar a operacionalização dos requisitos para a gestão ambiental por meio dos indicadores para negócios sustentáveis, propostos pelo Instituto Ethos, verificou-se a necessidade de adoção de medidas que aumentem a eficiência em termos de tratamento de resíduos e de soluções inovadoras capazes de oferecer novas utilidades. Como contribuição prática, os resultados oferecem subsídios para o gerenciamento de resíduos em indústrias de laticínios e para programas de parcerias entre poder público, universidades e cooperativas.


Palavras-chave


Indicadores Ambientais. Diagnóstico Ambiental. Resíduos.

Texto completo:

PDF

Referências


Aguillera, R. V., Rupp, D. E., Williams, C. A., & Ganapathi, J. (2007). Putting the S Back in Corporate Social Responsibility: A Multilevel Theory of Social Change in Organizations. Academy of Management. Vol. 32, No. 3, 836-863.

Bai, Z., Li, X., Lu, J., Wang, X., Velthof, G. L., Chadwick, D., et al. (2017). Livestock housing and manure storage need to be improved in china. Environ. Sci. Technol. 51, 8212–8214.

Bardin, L. (2011). Análise de conteúdo. Edição revista e ampliada. São Paulo, SP: Edições 70.

Brasil. (2014). Ministério do Meio Ambiente. Política de resíduos sólidos apresenta resultados em 4 anos. Disponível em: http://www.mma.gov.br/informma/item/10272-pol%C3%ADtica-de-res%C3%ADduos-s%-C3%B3lidos-apresenta-resultados-em-4-anos.

BrasiL. (2018). Ministério do Meio Ambiente. Guia técnico ambiental da indústria de laticínios. Disponível em: http://pnla.mma.gov.br/publicacoes-diversas.

Brasil. (2019). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. Relatório de produção de leite. Disponível em: http://www.ibge.gov.br.

Brião, V. B. (2000). Estudo de prevenção à poluição em uma indústria de laticínios. Maringá, 2000. Dissertação (Mestrado em Engenharia Química). Universidade Estadual de Maringá, Maringá.

Brião, V. B., & Tavares, C. R. (2005). Geração de efluentes na indústria de laticínios: atitudes preventivas e oportunidades. In: Congresso Brasileiro De Engenharia Sanitária E Ambiental, 23, Campo Grande/MS. Anais... Campo Grande.

Capper, J. L., Cady, R. A., & Bauman, D. E. (2009). The environmental impact of dairy production: 1944 compared with 2007. Journal of Animal Science, 87(6), 2160-2167.

CONAMA (2011). Conselho Nacional do Meio Ambiente. BRASIL. Resolução N°430. Disponível em: http://www2.mma.gov.br/port/conama/legiabre.cfm?codlegi=646.

Costa, A. S. V.; et al. (2015). Brachiaria brizantha growth in amended soil by effluents from the milk industry. Banat´s Journal of Biotechnology. Disponível em: http://www.bjbabe.ro.

Demirel, B., & Yenigun, O. (2006). Changes in microbial ecology in an anaerobic reactor. Bioresour Technol 97:1201–1208.

Elkington, J. (1998). Cannibals with Forks: The Triple Bottom Line of the 21st Century. New Society Publishers, Stoney Creek.

EMATER. (2019). Bovinocultura de leite. Disponível em: http://www.emater.tche.br/site/area-tecnica/sistema-de-producao-animal/bovinos-de-leite.php#.Xrh5Q2hKjIU.

Erguder, T. H; et al. (2001). Anaerobic biotransformation and methane generation potential of cheese whey in batch and UASB reactors. Waste Manage 21:643–650.

Favoretto, D. P. C.; et al. (2015). Análise técnica do processo de tratamento de efluentes de empresa de laticínios da região de Passo Fundo/RS. Revista CIATEC – UPF, vol.7 (2), pp.18-30.

Fcamidu, B.V.; et al. (2019). Pegada Hídrica Mensal de um Sistema Leiteiro misto. Anais do VI Simpósio Internacional sobre Gerenciamento dos Resíduos Agropecuários e Agroindustriais, Florianópolis, pp.520-523: Embrapa.

FIEMG. (2014). Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais. Guia técnico ambiental da indústria de laticínios. Belo Horizonte: FIEMG/FEAM, 70p.

González-García, S., Hospido, A., Moreira, M.T., Feijoo, G., & Arroja, L. (2013). Environmental Life Cycle Assessment of a Galician cheese: San Simon da Costa. Journal of Cleanear Producion. 52, 253-262.

Gray, N.F. (2004). Biology of Wastewater Treatment. Imperial College Press, London.

GRI. Global Reporting Initiative. (2020). Sustainability Reporting. Disponível em: https://www.globalreporting.org/information/sustainability-reporting/Pages/default.aspx

Hamza, A. (1989). Utilization of Agro-industrial residues in Alexandria: experience and prospects. Biological Wastes, 29 107-121.

Herrero, M. A., Palhares, J. C., Salazar, F. J., Charlón, V., Tieri, M. P., & Pereyra, A. M. (2018). Dairy manure management perceptions and needs in South American countries. Frontiers in Sustainable Food Systems, 2, 22.

Herva, M., Franco, A., Carrasco, E.F., & Roca, E. (2011). Review of corporate environmental

indicators. Journal of Cleaner Production 19, 1687e1699.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2011). Atlas de saneamento 2011: Manejo de Resíduos Sólidos. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv53096_cap9.pdf.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2019). Censo agropecuário 2019. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/2012-agencia-de-noticias/noticias/26457-produtividade-de-leite-cresce-62-em-11-anos-producao-chega-a-30-bilhoes-de-litros.

Instituto Ethos. (2013). Empresas e responsabilidade social. São Paulo: Instituto Ethos. Disponível em: http://www3.ethos.org.br/ conteudo/associados.

Jones, C. (2010). Exploring new ways of assessing the effect of regulation on environmental management. Journal of Cleaner Production 18,1229-1250.

Kolk, A., & Mauser, A. (2002). The evolution of environmental management: from stage models to performance evaluation. Business Strategy and the Environment, 11(1), 14-31.

Machado, R. M. G., Silva, P. D., & Freire, V. H. (2001). Controle ambiental em indústrias de laticínios. Brasil Alimentos, 7(1), 34-36.

McCarty, P. L. (2001). The development of anaerobic treatment and its future. Water Sci Technol; 44(1),149–56.

Milani, F. X., Nutter, D., & Thoma, G. (2011). Invited review: Environmental impacts of dairy processing and products: A review. Journal of dairy science, 94(9), 4243-4254.

Miron, J., Yosef, E., Nikbachat, M., Zenou, A., Zuckerman, E., Solomon, R., & Nadler, A. (2011). Fresh dairy manure as a substitute for chemical fertilization in growing wheat forage; effects on soil properties, forage yield and composition, weed contamination, and hay intake and digestibility by sheep. Animal feed Science and Technology, 168, 179-187.

Munavalli, G. R., & Saler, P.S. (2009). Treatment of dairy wastewater by water hyacinth. Water Sci Technol 59:713–722.

Murphy, E., De Boer, I. J. M., Van Middelaar, C. E., Holden, N. M., Shalloo, L., Curran, T. P., & Upton, J. (2017). Water footprinting of dairy farming in Ireland. Journal of Cleaner Production, 140, 547-555.

Silva, F. K., & Eyng, J. (2012). O tratamento de águas residuais de indústria de laticínios: um estudo comparativo entre os métodos de tratamento com biofiltro e com o sistema convencional de lagoas. Revista Gestão e Sustentabilidade Ambiental, Florianópolis,1(2), 4-22.

Silveira, M. P., Alves, J. N., & Flaviano, V. (2013). Os desafios da implantação de um sistema de gestão ambiental: estudo de caso em uma indústria de laticínios. Revista Gestão & Sustentabilidade Ambiental, v. 2, n. 2, p. 88-106.

Skelton, R. (2000). Membranes in food processing. Filtration and Separation. Amsterdan: Elsevier Science, v. 37, n. 3 p. 28 – 30.

Teles, C. D., Ribeiro, J. L. D., Tinoco, M. A. C., & ten Caten, C. S. (2015). Characterization of the adoption of environmental management practices in large Brazilian companies. Journal of Cleaner Production, 86, 256-264.

Traversi, D., Bonetta, S., Degan, R., Villa, S., Porfido, A., Bellero, M., & Gilli, G. (2013). Environmental advances due to the integration of food industries and anaerobic digestion for biogas production: perspectives of the Italian milk and dairy product sector. Bioenergy Research, 6(3), 851-863.

Vourch, M., Balannec, B., Chaufer, B., & Dorange, G. (2008). Treatment of dairy industry wastewater by reverse osmosis for water reuse. Desalination, 219(1-3), 190-202.

Yin, R. K. (2015). Estudo de caso: planejamento e métodos. 5 ed. Porto Alegre, RS: Bookman.

Zhou, P., Liu, X., & Labuza, T. P. (2008). Effects of moisture-induced whey protein aggregation on protein conformation, the state of water molecules, and the microstructure and texture of high-protein-containing matrix. Journal of Agricultural and Food Chemistry, 56(12), 4534-4540.




DOI: https://doi.org/10.5585/exactaep.2021.19250

Direitos autorais 2021 Exacta

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Tempo médio entre a submissão e primeira resposta de avaliação: 120 dias

Exacta – Engenharia de Produção

e-ISSN: 1983-9308
ISSN: 1678-5428
www.revistaexacta.org.br

Exacta  ©2022 Todos os direitos reservados.

Este obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional