Avaliando um Conceito Inovador de Assistência à Saúde: O Programa “Rede Farmácia de Minas”

Tarcisio Afonso, Alba Valéria Souto Melo Moraes, Bruno Pellizzaro Dias Afonso, José Edson Lara

Resumo


Implantado em 2008 como um conceito inovador de assistência à saúde, o programa “Rede Farmácia de Minas” tem como finalidade ampliar o acesso e o uso racional de medicamentos. O objetivo geral deste trabalho é avaliar a satisfação dos usuários com os serviços prestados por uma farmácia da rede, após a adesão do município ao programa. Para isso, realizou-se uma pesquisa descritiva quantitativa com uma amostra aleatória de 198 usuários. O percentual de respondentes que encontrou parcialmente ou não encontrou os seus medicamentos foi de 59,9%, porém, a percepção de que a disponibilidade de medicamentos no SUS se tornou melhor com a Farmácia de Minas em funcionamento foi de 66,7%. O escore do domínio “exposição agradável” da unidade pesquisada foi de 4,09, enquanto o escore do domínio “manejo da terapia” foi de 3,79, evidenciando a fragilidade maior desse serviço e apontando para a necessidade de ações mais efetivas no que se refere ao cuidado farmacêutico. Constatou-se que a indisponibilidade de medicamentos influencia negativamente a avaliação da satisfação com os serviços da Farmácia, compromete o acesso aos medicamentos, a qualidade da saúde dos usuários da Rede e o sucesso dessa política pública.

Palavras-chave


Políticas Públicas; Assistência Farmacêutica; Rede Farmácia de Minas; Satisfação do Usuário

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/rgss.v6i1.315

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista de Gestão em Sistemas de Saúde – RGSS

Revista de Gestão em Sistemas de Saúde (RGSS)
e-ISSN: 2316-3712
www.revistargss.org.br

Revista de Gestão em Sistemas de Saúde (RGSS) ©2022 Todos os direitos reservados.

Esta obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional