A responsabilidade social corporativa como um fator de diferenciação na competitividade das organizações

Luiz Valdeci Primolan

Resumo


O êxito de uma empresa não está vinculado apenas ao sucesso de seu produto ou serviço. Ele é fruto de uma série de ‘pequenos sucessos’ numa complexa rede de articulações e relacionamentos de pessoas e da forma como elas conduzem os processos dentro e fora da empresa. Todos, indiscriminadamente – funcioná­rios, fornecedores, clientes, comunidade e meio ambiente –, formam uma rede de interdependência que é a base de sustentação para uma organização de suces­so. Nesse contexto, este estudo propõe uma discussão acerca da importância da responsabilidade social corporativa como diferencial competitivo para o êxito das organizações, abordando-a como item de sua estratégia. Os resultados deste es­tudo, de base bibliográfica, apontam que as organizações que desenvolvem ações de responsabilidade social conseguem diferenciar-se de seus concorrentes e são valorizadas por seus clientes.


Palavras-chave


Organizações e imagem cívica. Responsabilidade social. Vantagem competitiva.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/ijsm.v3i1.57

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Ibero-Americana de Estratégia – RIAE



Iberoamerican Journal of Strategic Management (IJSM)
Revista Ibero-Americana de Estratégia (RIAE)
e-ISSN: 2176-0756
https://periodicos.uninove.br/index.php?journal=riae

Copyright © 2020 Iberoamerican Journal of Strategic Management (IJSM) All rights reserved.
Revista Ibero-Americana de Estratégia (RIAE) ©2020 Todos os direitos reservados.