Satisfação da qualidade de vida no trabalho com relação aos fatores biopsicossociais e organizacionais: um estudo comparativo entre docentes das universidades pública e privada

Silvio Roberto Stefano, Maria Cristina Pinto Gattai, Viviane Rossini, Ana Cristina Limongi França

Resumo


Neste  estudo,  buscou-se  conhecer  mais  profun-damente  o  nível  de satisfação dos  docentes  uni-versitários da área pública com a qualidade de vida no  trabalho  (QVT),  comparativamente  ao  dos docentes universitários da área privada. Para isso, tomaram-se como base os fatores biopsicossociais dos dois grupos. Em seguida, realizou-se uma pes-quisa de campo, para  a qual  foi  selecionada  uma amostra de professores  de  uma  universidade  pú-blica do Estado do Paraná e de uma universidade privada  do  Estado  de  São  Paulo.  Aplicou-se  um instrumento de auto-relato com 67 questões e os dados foram tabulados,  observando-se as  médias dos resultados  obtidas para  cada atributo.  A  va-riável dependente  avaliada –  o  grau  de satisfação dos professores com relação às variáveis de QVT oferecidas  pelas  universidades  pesquisadas  –  foi classificada  em  biológica, psicológica, social e  or-ganizacional.  A  partir  desses  dados,  realizou-se uma análise descritiva.


Palavras-chave


Qualidade de vida no trabalho. Recursos humanos. Satisfação no trabalho.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/ijsm.v5i2.125

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Ibero-Americana de Estratégia – RIAE



Iberoamerican Journal of Strategic Management (IJSM)
Revista Ibero-Americana de Estratégia (RIAE)
e-ISSN: 2176-0756
https://periodicos.uninove.br/index.php?journal=riae

Copyright © 2020 Iberoamerican Journal of Strategic Management (IJSM) All rights reserved.
Revista Ibero-Americana de Estratégia (RIAE) ©2020 Todos os direitos reservados.