Formulação de Estratégia Competitiva pelo Modelo de Campos e Armas da Competição: Verificação da Aplicabilidade e Adequação a uma Rede de Academias de Ginástica

Renato Zanuto Pereira, José Celso Contador, Roberto Bazanini

Resumo


Porter e os teóricos da RBV, apesar de exporem com clareza seus conceitos sobre estratégia competitiva, não mostram claramente como empregá-los para a formulação da estratégia competitiva empresarial, o que dificulta a aplicação prática. Isso motivou os autores deste artigo a pesquisarem como outros teóricos contornam essa dificuldade e encontraram o modelo de campos e armas da competição (CAC) de Contador. O CAC, modelo simultaneamente analógico e simbólico, qualitativo e quantitativo, consistentemente estruturado e cientificamente validado por meio de muitas pesquisas realizadas em empresas, serve primordialmente para entender, explicar e aumentar a competitividade empresarial. A validação do CAC consistiu em verificar epistemologicamente a aderência à realidade das empresas dos seus conceitos e constructos. Para suprir a lacuna nas obras dos citados autores, Contador propôs um processo de formulação da estratégia competitiva. Como esse processo ainda foi testado poucas vezes, os autores resolveram realizar o estudo ora relatado, cujo objetivo era verificar se esse processo é suficiente para propor estratégias competitivas que aumentassem a competitividade de uma rede de academias de ginástica. Por meio de uma pesquisa exploratória de natureza qualiquantitativa e, com base no método popperiano hipotético-dedutivo, constatou-se a suficiência do processo, pois todas as estratégias de negócio propostas foram aceitas pelo diretor proprietário da rede de academias e apenas 4,5% das ações estratégicas operacionais sugeridas não foram, o que levou à aceitação da hipótese.

 

DOI:10.5585/riae.v12i3.1967


Palavras-chave


Estratégia; Vantagem competitiva; Modelo de campos e armas da competição; Academias de ginástica.

Texto completo:

pdf


DOI: https://doi.org/10.5585/ijsm.v12i3.1967

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2013 Revista Ibero-Americana de Estratégia – RIAE

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Iberoamerican Journal of Strategic Management (IJSM)
Revista Ibero-Americana de Estratégia (RIAE)
e-ISSN: 2176-0756
https://periodicos.uninove.br/index.php?journal=riae

Copyright © 2020 Iberoamerican Journal of Strategic Management (IJSM) All rights reserved.
Revista Ibero-Americana de Estratégia (RIAE) ©2020 Todos os direitos reservados.