Elementos tecnológicos determinantes das capacidades dinâmicas de inovação e cooperação: um estudo com as multinacionais brasileiras

Priscila Rezende da Costa, Geciane Silveira Porto

Resumo


O objetivo geral foi avaliar os elementos tecnológicos que determinam os resultados da cooperabilidade nas Multinacionais Brasileiras (MNB). Quanto à metodologia de pesquisa, realizou-se um levantamento junto ao universo de MNB, sendo que uma amostra definitiva de 60 empresas responderam um questionário estruturado. A análise dos dados quantitativos foi processada pelo software SPSS (Statistical Package for Social Sciences) versão 17.0., cujos testes estatísticos realizados foram o Alpha de Cronbach, a análise fatorial, a Correlação, o Componente Principal e a Regressão Múltipla. Os resultados do estudo evidenciaram o perfil das MNB e possibilitaram a avaliação dos elementos da trajetória tecnológica e dos insumos tecnológicos que interferem nos resultados da cooperabilidade.

Palavras-chave


Elementos Tecnológicos; Capacidades Dinâmicas; Multinacionais Brasileiras

Texto completo:

pdf


DOI: https://doi.org/10.5585/ijsm.v13i3.2014

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 Revista Ibero-Americana de Estratégia – RIAE

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Iberoamerican Journal of Strategic Management (IJSM)
Revista Ibero-Americana de Estratégia (RIAE)
e-ISSN: 2176-0756
https://periodicos.uninove.br/index.php?journal=riae

Copyright © 2020 Iberoamerican Journal of Strategic Management (IJSM) All rights reserved.
Revista Ibero-Americana de Estratégia (RIAE) ©2020 Todos os direitos reservados.