A Behavioral Theory of the Firm: uma análise crítica

Evelyn Gomes Bernardo, Alberto de Matos Foresto, Ivano Ribeiro

Resumo


O livro “A Behavioral Theory of The Firm”, representado como uma das ferramentas de gestão mais influente de todos os tempos publicado inicialmente em 1963 pelos autores Richard M. Cyert & James G. March (1992), que desenvolveram construções teóricas que se tornaram base de estudos para pesquisas organizacionais em gestão, economia, ciência política e sociologia até os dias atuais. Neste texto, abordaremos suas construções teóricas, por meio de uma resenha crítica que buscou revisar os nove capítulos que compõem o livro, discutindo implicações desta teoria sobre os estudos organizacionais. As contribuições do trabalho fornecem conceitos e perspectivas teóricas em estudos organizacionais, destacando seu avanço em teorias como: teoria institucional, ecologia populacional e a economia organizacional.  Apontando possíveis estudos que podem contribuir para enriquecermos a discussão sobre as novas perspectivas para estudos em tomada de decisão.

 

Palavras-chave: Comportamento Organizacional, Tomada de decisão e Organizações.


Palavras-chave


Estratégia

Texto completo:

pdf


DOI: https://doi.org/10.5585/ijsm.v16i2.2545

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Ibero-Americana de Estratégia – RIAE

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Iberoamerican Journal of Strategic Management (IJSM)
Revista Ibero-Americana de Estratégia (RIAE)
e-ISSN: 2176-0756
https://periodicos.uninove.br/index.php?journal=riae

Copyright © 2020 Iberoamerican Journal of Strategic Management (IJSM) All rights reserved.
Revista Ibero-Americana de Estratégia (RIAE) ©2020 Todos os direitos reservados.