Acordo de Leniência e o Acordo de Cooperação Técnica de agosto de 2020: porque o Ministério Público não é (e não deveria ser) signatário

Shana Schlottfeldt

Resumo


O presente artigo trata dos motivos que fundamentaram a não adesão do Ministério Público (MP) ao Acordo de Cooperação Técnica (ACT) celebrado em 6 de agosto de 2020, em matéria de combate à corrupção no Brasil, especialmente em relação aos acordos de leniência da Lei nº 12.846, de 2013 (Lei Anticorrupção – LAC). Apresenta-se uma série de problemas identificados na modelagem do ACT e, com base nos dados levantados, conclui-se que a decisão do MP em não ser signatário do Acordo, nos termos em que se encontra, foi acertada. Adotou-se para a pesquisa o método dedutivo, com coleta qualitativa de dados bibliográficos. A relevância do tema é evidente diante do cenário global de enfrentamento da corrupção, um processo ainda em construção.


Palavras-chave


corrupção; acordo de leniência; Lei Anticorrupção (LAC); Acordo de Cooperação Técnica (ACT)

Texto completo:

PDF

Referências


ACORDO de cooperação técnica que entre si celebram o Ministério Público Federal, a Controladoria Geral da União (CGU), a Advocacia-Geral da União (AGU, o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) e o Tribunal de Contas da União (TCU) em matéria de combate à corrupção no Brasil, especialmente em relação aos acordos de leniência da Lei nº 12.846, de 2013. 2020. Disponível em: http://www.stf.jus.br/arquivo/cms/noticiaNoticiaStf/anexo/Acordo6agosto.pdf. Acesso em: 14 set. 2020.

AGU. Advocacia-Geral da União. Acordo de cooperação técnica estabelece parâmetros para negociação e celebração de leniências. Advocacia-Geral da União - Notícias, Combate à Corrupção, 6 ago. 2020. Disponível em: https://www.gov.br/agu/pt-br/comunicacao/noticias/acordo-de-cooperacao-tecnica-estabelece-parametros-para-negociacao-e-celebracao-de-leniencias. Acesso em: 13 set. 2020.

AJUFE [Associação dos Juízes Federais do Brasil]. Associação dos Juízes Federais do Brasil emite nota pela rejeição da MP da Leniência. 10 mai. 2016. Disponível em: https://www.ajufe.org.br/imprensa/notas-publicas/6681-associacao-dos-juizes-federais-do-brasil-emite-nota-pela-rejeicao-da-mp-da-leniencia. Acesso em: 12 out. 2020.

ALAN, J. A. da S. Z. Novos aspectos relacionados à leniência e à corrupção. Uma abordagem sob a perspectiva da Teoria dos Jogos. Revista de Direito Administrativo, Rio de Janeiro, v. 275, p. 189-222, maio/ago. 2017. Disponível em: http://www.mpsp.mp.br/portal/page/portal/documentacao_e_divulgacao/doc_biblioteca/bibli_servicos_produtos/bibli_informativo/bibli_inf_2006/Rev-Dir-Adminis_275.07.pdf. Acesso em: 13 out. 2020.

AudTCU [Associação da Auditoria de Controle Externo do Tribunal de Contas da União]; ANCT [Associação Nacional dos Auditores de Controle Externo dos Tribunais de Contas do Brasil]; Instituto Não Aceito Corrupção; ANPR [Associação Nacional dos Procuradores da República]; CONAMP [Associação Nacional dos Membros do Ministério Público]; MPD [Movimento do Ministério Público Democrático]; Ca [Associação Contas Abertas]; CONACATE [Confederação Nacional das Atividades Típicas de Estado]. Nota Pública de repúdio ao termo de cooperação técnica entre controladores públicos sobre acordos de leniência. 12 ago. 2020. Disponível em: https://static.poder360.com.br/2020/08/Nota-ACT-ACORDOS.pdf. Acesso em: 14 set. 2020.

BERTONCINI, M. E. S. N.; FERREIRA, D. Atividade Empresarial e Cidadania: Críticas à Lei Anticorrupção Brasileira. Revista Jurídica, [S.l.], v. 3, n. 44, p. 451 - 472, fev. 2017. ISSN 2316-753X. Disponível em: http://revista.unicuritiba.edu.br/index.php/RevJur/article/view/1817/1193. Acesso em: 13 out. 2020.

BRASIL. Superior Tribunal de Justiça. Habeas Corpus nº 35.198/SP. Relator: Ministro Gilson Dipp, 5ª Turma, Brasília. Julgado em: 28/09/2004. Publicado: DJ 03/11/2004, p. 215. Disponível em: https://ww2.stj.jus.br/processo/pesquisa/?src=1.1.3&aplicacao4=processos.ea&tipoPesquisa=tipoPesquisaGenerica&num_registro=200400614357. Acesso em: 29 set. 2020.

BRASIL. Supremo Tribunal Federal. Habeas Corpus nº 127.483/PR. Relator: Ministro Dias Toffoli. Brasília. Julgado em: 27/08/2015. Publicado: Dje-021, 04/02/2016. Disponível em: https://jurisprudencia.stf.jus.br/pages/search/sjur337159/false. Acesso em: 29 set. 2020.

CARDOSO, H. R. Lei anticurrupção: consensualidade e função social na empresa no acordo de leniência. Anais do VIII Congresso Brasileiro de Direito Empresarial e Cidadania (CONBRADEC), 2018, Curitiba. p. 11-16.

CRISTO, V. D. C. D.; RAMIDOFF, L. M. B. Consensualidade na adminstração pública: uma análise do acordo de leniência previsto na lei anticorrupção. Revista de Formas Consensuais de Solução de Conflitos, v. 3, n. 1, p. 16-35, jan/jun. 2017

CONJUR. Delatores devem ser protegidos de ações em outras áreas, diz Nicolao Dino. Consultor Jurídico, Estado e Sociedade, 9 jan. 2019. Disponível em: https://www.conjur.com.br/2019-jan-09/delator-protegido-acoes-outras-areas-nicolao-dino. Acesso em: 13 set. 2020.

DESCHK, J. P. V. A formação de cartéis e a proposição de acordos de leniência por parte das empresas autoras de infração à ordem econômica. Revista Brasileira de Direito Empresarial. Curitiba, v. 2, n. 2, p. 177–197, jul./dez. 2016.

DINO, N. Cooperação e parâmetros para [in]segurança jurídica. JOTA, São Paulo, 25 ago. 2020. Disponível em: https://www.jota.info/opiniao-e-analise/artigos/cooperacao-e-parametros-para-inseguranca-juridica-25082020. Acesso em: 13 set. 2020.

FALCÃO, J. O Santo nome em vão: Dias Toffoli extrapola com sua pretensão a ativismo judicial presidencial. Folha de S. Paulo, Opinião, 16 ago. 2020. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2020/08/o-santo-nome-em-vao.shtml. Acesso em: 14 set. 2020.

FERRAZ, S. A responsabilização na lei anticorrupção. Revista de Direito Administrativo Contemporâneo, São Paulo, v.3, n.18, p. 33-47, maio/jun. 2015. Disponível em: http://www.mpsp.mp.br/portal/page/portal/documentacao_e_divulgacao/doc_biblioteca/bibli_servicos_produtos/bibli_boletim/bibli_bol_2006/RDAdmCont_n.18.02.PDF. Acesso em: 13 out. 2020.

PODER360. Fragmentação organizacional prejudica acordos de leniência, diz Nicolao Dino. Poder 360, Poder360 Mercado, 27 nov. 2018. Disponível em: https://www.poder360.com.br/conteudo-patrocinado/fragmentacao-organizacional-prejudica-acordos-de-leniencia-diz-nicolao-dino/. Acesso em: 13 set. 2020.

FREIRE, S. Instituto Não Aceito Corrupção repudia cooperação técnica sobre acordos de leniência. Poder 360, 13 ago. 2020. Disponível em: https://www.poder360.com.br/justica/instituto-nao-aceito-corrupcao-repudia-cooperacao-tecnica-sobre-acordos-de-leniencia/. Acesso em: 13 set. 2020.

HAMMOND, Scott. Cornerstones of an effective leniency program. Justice News, The United States Department of Justice, 22-23 nov. 2004. Disponível em: https://www.justice.gov/atr/speech/cornerstones-effective-leniency-program. Acesso em: 01 nov. 2021.

JIMÉNEZ, Fernando; CARBONA, Vicente. Esto funciona así: Anatomía de la corrupción en España. Revista Letras Libres, Dossier, fev. 2012, p. 8-19. Disponível em: https://www.letraslibres.com/mexico-espana/esto-funciona-asi-anatomia-la-corrupcion-en-espana. Acesso em: 01 nov. 2021.

LEITE, F. P. A.; GONÇALVES, F. D. L. A. A eficácia do acordo de leniência na operação Lava Jato e sua influência na cultura da empresa contemporânea. Revista do Direito Público, v. 10, n. 3, p. 31-50, set./dez.2015.

MARRARA, T. Acordos de leniência no processo administrativo brasileiro: modalidades, regime jurídico e problemas emergentes. Revista Digital de Direito Administrativo Brasileiro, v. 2, n. 2, p. 509-527, 2015. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rdda/article/download/99195/98582. Acesso em: 20 set. 2020.

MELGAR, Natalia; ROSSI, Máximo; SMITH, Tom W. The Perception of corruption. International Journal of Public Opinion Research, v. 22, n. 1, p. 120-131, mar. 2010. Disponível em: https://academic.oup.com/ijpor/article/22/1/120/666539. Acesso em: 01 nov. 2021.

MELLO, M. A. C. D. Programas de leniência em países membros e parceiros da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico. Estudo Técnico. Brasília: Câmara Deputados, Consultoria Legislativa, 2015.

MPF. Ministério Público Federal. Estudo Técnico nº 01/2017 - 5ª CCR. Estudo sobre inovações da Lei nº12.846/2013 - a Lei anticorrupção (LAC) -, e seus reflexos no denominado microssistema anticorrupção brasileiro, com destaque para a adoção de instituto negocial e da ótica da consensualidade no âmbito sancionador, consubstanciada na incorporação normativado acordo de leniência. Análise do instituto, sob aspectos teóricos variados. Avaliação do papel do Ministério Público na celebração de acordos de leniência: legitimidade e alcancede sua atuação. Exame dos efeitos e impactos práticos causados pelo acordo de leniência em sua recente incidência concreta e na interação com as distintas esferas de responsabilização do ordenamento jurídico nacional, 2017a. Disponível em: http://www.mpf.mp.br/atuacao-tematica/ccr5/publicacoes/estudo-tecnico/doc/Estudo%20Tecnico%2001-2017.pdf. Acesso em: 16 set. 2020.

MPF. Ministério Público Federal. Nota Técnica nº 1/2017 - 5ª CCR. Nota Técnica sobre Acordo de Leniência e seus efeitos, elaborada pela Comissão Permanente de Assessoramento para Acordos de Leniência e Colaboração Premiada, vinculada à 5ª Câmara de Coordenação e Revisão do Ministério Público Federal. Brasília, 2017b. Disponível em: http://www.mpf.mp.br/atuacao-tematica/ccr5/notas-tecnicas/docs/nt-01-2017-5ccr-acordo-de-leniencia-comissao-leniencia.pdf. Acesso em: 12 out. 2020.

MPF. Ministério Público Federal. Nota Técnica nº 2/2020 - 5ª CCR. Nota Técnica da Egrégia 5ª Câmara de Coordenação e Revisão (CCR) do Ministério Público Federal (MPF), através de sua Comissão Permanente de Assessoramento para Acordos de Leniência e Colaboração Premiada (CPAALCP), sobre o Acordo de Cooperação Técnica assinado pela Advocacia-Geral da União (AGU), Controladoria-Geral da União (CGU), Tribunal de Contas da União (TCU) e Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), em 06.08.2020, com participação do Supremo Tribunal Federal (STF), em matéria de combate à corrupção no Brasil, especialmente em relação aos Acordos de Leniência, da Lei nº 12.846, de 2013. Brasília, 10 ago. 2020. Disponível em: http://www.mpf.mp.br/pgr/documentos/NotaTecnicaAcordodeCooperacaoFinal.pdf. Acesso em: 15 set. 2020.

MUDROVITSCH, R. D. B.; NÓBREGA, G. P. D. Acordo de cooperação técnica em leniência: um sinal (ou esperança) de novos tempos. Consultor Jurídico, 14 ago. 2020. Disponível em: https://www.conjur.com.br/2020-ago-14/improbidade-debate-cooperacao-tecnica-leniencia-sinal-ou-esperanca-novos-tempos. Acesso em: 13 set. 2020.

OLIVEIRA, Gustavo Henrique Justino de; SOUSA, Otavio Augusto Venturini de. Controladoria-geral da união: uma agência anticorrupção? In: Controle da administração pública. Belo Horizonte: Fórum, 2017. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/4361988/mod_resource/content/0/OLIVEIRA%2C%20Gustavo%20Justino%20de.%20SOUSA%2C%20Otavio%20Augusto%20Venturini%20de.%20Controladoria-Geral%20da%20Uni%C3%A3o%2C%20uma%20Ag%C3%AAncia%20Anticorrup%C3%A7%C3%A3o.pdf. Acesso em: 14 out. 2020.

ROMANO, R. T. Um ato administrativo heterodoxo. Revista Jus Navigandi, v. 25, n. 6259, 20 ago. 2020. ISSN 1518-4862. Disponível em: https://jus.com.br/imprimir/84719/um-ato-administrativo-heterodoxo. Acesso em: 13 set. 2020.

RUFINO, V. S. Análise da conformação normativa do Programa de Leniência Brasileiro à luz da Teoria dos Jogos. Revista de Direito Setorial e Regulatório, v. 1, n. 1, p. 47-64, 18 mai. 2015. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/rdsr/article/view/19316/17800. Acesso em: 13 out. 2020.

SALES, M. R.; BANNWART JÚNIOR, C. J. O Acordo de Leniência: uma análise de sua compatibilidade constitucional e legitimidade. Revista do Direito Público, v. 10, n. 3, p. 31-50, set./dez.2015.

SILVA, R. C. D. Acordo de leniência e compliance: perspectivas no enfrentamento da corrupção empresarial. 2018. Dissertação (Mestrado - Área Tutelas à Efetivação de Direitos Indisponíveis). Fundação Escola Superior do Ministério Público, Porto Alegre.

SOUZA, R. Sem aval de Aras, Toffoli assina acordo com novas regras para leniência: texto abre brecha para o Ministério Público seja excluído do processo de negociação e homologação de acordos com empresas que se envolvem em corrupção. Correio Braziliense, Política, 6 ago. 2020. Disponível em: https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/politica/2020/08/06/interna_politica,879027/sem-aval-de-aras-toffoli-assina-acordo-com-novas-regras-para-lenienci.shtml. Acesso em: 13 set. 2020.

STF. Supremo Tribunal Federal. Ministro Dias Toffoli assina acordo de cooperação técnica para combate à corrupção. Notícias STF, 6 ago. 2020. Disponível em: http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=449073. Acesso em: 14 set. 2020.

VARGAS-HERNÁNDEZ, José G. The Multiple Faces of Corruption: Typology, Forms and Levels. Social Science Research Network SSRN, out. 2009, p. 1-20. Disponível em: https://papers.ssrn.com/sol3/papers.cfm?abstract_id=1413976. Acesso em: 1 nov. 2021.




DOI: https://doi.org/10.5585/rtj.v10i2.18688

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Revista Thesis Juris

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Revista Thesis Juris

e-ISSN: 2317-3580
http://revistartj.org.br

 

Esta obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional